Estadão

IRB Brasil totaliza R$ 750,5 mi em prêmios em agosto; alta interanual é de 7,6%

O IRB Brasil totalizou R$ 750,5 milhões em prêmios em agosto, um incremento de 7,6% na comparação com o mesmo mês de 2020, sendo R$ 454,7 milhões no Brasil e R$ 295,8 milhões no exterior. O prêmio emitido no Brasil cresceu 27,2% na base anual, enquanto no exterior houve redução de 13%.

Ainda conforme o ressegurador, nos oito primeiros meses de 2021, o prêmio emitido de R$ 6.008,4 milhões apresentou queda de 11,4%, em relação ao mesmo período de 2020, sendo R$ 3.673,6 milhões no Brasil (+7,5%) e R$ 2.334,7 milhões no exterior (-30,6%).

Apesar da redução, a redução dos prêmios com origem no exterior, segundo a empresa, está em linha com a estratégia de <i>re-underwriting</i> amplamente divulgada.

No mês, o IRB apurou lucro líquido de R$ 84,8 milhões, impactado pelo efeito positivo <i>one-off</i> de R$ 129,4 milhões, decorrente de registro do ganho de ação judicial referente ao PIS/Pasep.

No ano, a companhia registrou resultado negativo de R$ 168,9 milhões, frente a perdas no mesmo período de 2020 de R$ 734,0 milhões (redução de perdas de 77%). Quando excluídos os efeitos do <i>run-offe one-off</i> nos oito primeiros meses de 2021, o resultado líquido negativo soma R$36,1 milhões, melhora de R$ 570,6 milhões ante o mesmo período de 2020.

<b>Sinistros</b>

A despesa de sinistro em agosto de 2021 foi de R$ 533,7 milhões, 10,1% inferior a igual mês do ano passado. No ano, o índice de sinistralidade acumulado foi 87,2%, equivalente a uma despesa de sinistro de R$ 3.699,9 milhões, melhora de 16,5 pontos porcentuais em relação aos oito primeiros meses de 2020, cujo índice de sinistralidade foi de 103,7% ou R$ 4.718,9 milhões.

A sinistralidade, excluídos os efeitos dos negócios descontinuados (<i>runoff</i>), nos oito primeiros meses é de 80,8%.