Noticia-geral

Militantes do MST já se preparam para passar a noite no Ministério da Fazenda

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) que invadiram na madrugada desta segunda-feira, 3, o prédio do Ministério da Fazenda, em Brasília, já começaram a se preparar para passar a noite no local, com forró e bebidas alcoólicas. Barracas instaladas no gramado em frente ao prédio e nas portarias do local, inclusive na portaria oficial utilizada pelo ministro Joaquim Levy, já estão com cobertores para enfrentar a próxima noite, que deve apresentar baixas temperaturas. A mínima prevista é de 14ºC, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

O acampamento conta também com vários vendedores ambulantes. No local, é possível comprar calças jeans, cerveja, refrigerante, carteiras, relógios, bolsas, chapéus, colares e brincos. O MST garante ter suprimento para os próximos cinco dias e promete não sair do local enquanto não for recebido por Levy.

Os militantes do MST que estão dentro da Fazenda (após quebrar o vidro da porta principal de acesso) tomaram banho nas pias de banheiros do prédio. O banheiro do primeiro andar, reformado há cerca de dois meses, está, segundo integrantes do movimento, em estado “deplorável”. O MST, entretanto, disponibilizou banheiros químicos do lado de fora do Ministério.

O Ministério da Fazenda já solicitou à Justiça Federal pedido de reintegração de posse do prédio principal da Pasta. A Fazenda, no entanto, ainda não sabe se utilizará a liminar, caso seja concedida, por temer que ocorra um conflito físico entre a Polícia Federal e os manifestantes. O prédio está ocupado desde as 5h30 desta segunda.

Sobre a invasão de hoje, a Fazenda afirmou que não tem como antecipar as ações do movimento. Segundo fonte do ministério, entretanto, a Pasta havia sido aconselhada a fortalecer a segurança doo prédio depois de seguidas invasões.