Estadão

É Natal, e Mariah Carey está de volta para celebrar

Mariah Carey era uma jovem cantora de 25 anos quando saiu All I Want for Christmas is You (1994), em seu quarto álbum, Merry Christmas. Nesses 27 anos, ela ganhou o status de diva, mas continua sendo A Rainha do Natal – mesmo durante a pandemia. No ano passado, ela lançou o especial Mariah Careys Magical Christmas Special, no Apple TV+. Neste ano, repete a dose com Mariahs Christmas: The Magic Continues, que entra no ar hoje na mesma plataforma.

"Claro que por causa da covid eu não tinha como encorajar as pessoas a se aglomerarem. É uma responsabilidade muito grande", disse Carey em entrevista coletiva à imprensa. "Nada se compara a cantar quando seus fãs estão ali. Mas eu tentei conversar com meus fãs virtualmente nesse período, produzi novas músicas e agora temos o especial. É o melhor que posso fazer no momento."

No ano passado, não havia vacinas, então a produção foi ainda mais complicada. Neste ano, já há uma diferença: uma nova canção, Fall in Love at Christmas, que ela fez com Khalid e Kirk Franklin. "Eu escrevi muitas músicas de Natal, não foi só All I Want for Christmas is You, pela qual sou muito grata – acredite nisso", afirmou a cantora. "Mas esta é uma canção de amor e um gospel, tem um quê de nostalgia, de falar de um casal que precisa se apaixonar novamente no Natal."

Mariah Carey não é exatamente discreta. No especial, ela usa um vestido dourado de Dolce & Gabbana que pesava uns 30 quilos. "Eu tinha de carregar aquele vestido, mas tinha sido criado tão lindamente e perfeitamente para mim que eu precisava usar!", disse. Para ela, o vestido combina com o cenário meio anos 1940 do especial.

Como Rainha do Natal, ela gostaria de ter um pó de pirlimpimpim para tornar perfeito o Natal de todos. "Meu conselho é que cada um ouça seu coração e compartilhe sua alegria com quem ama, seus amigos, o mundo. Não temos como controlar o que está acontecendo, mas o Natal é algo especial e mágico."

Nem sempre seus Natais foram felizes. "Minhas memórias são agridoces porque vim de uma família disfuncional e brutal, então nem sempre era divertido", contou. Mas ela se lembrou de que tinha um calendário do advento e que sua mãe fazia vinho quente e cantava hinos de Natal. "Mesmo morando em um lugar bem pequeno, humilde, isso tornava a época especial para mim."

Hoje, claro, ela não poupa esforços ou dinheiro para comemorar a data como se deve, para seus filhos, Moroccan e Monroe, que aparecem no especial, e para si mesma. Ela também é boa com presentes – certa feita, chegou a dar uma Ferrari. "A pessoa mereceu? Não sei, viu."

Para Carey, o Natal não é brincadeira nem fingimento. Ela gosta de preparar tudo com bastante antecedência. "Eu preciso das coisas festivas, das luzes. Porque eu realmente amo, não é um truque", disse. Normalmente, ela está trabalhando e fazendo apresentações até o último minuto. Mas em 2021, com tudo ainda parado, ela conseguiu fazer os planos com mais calma. A exigência principal é que tenha neve. "Eu acho a coisa mais linda. Eu tendo a gostar de dormir quando não estou trabalhando e aviso todo o mundo: se você vir algum floquinho caindo, tem de me acordar!", contou. "Você não faz ideia de como é importante para mim."

Por isso, ela não vê possibilidade de se aposentar do posto de Rainha do Natal. "Como assim, eu teria de mudar para o Polo Norte, do que está falando?", disse, rindo. "Eu nunca disse que este era meu título, eu só amo fazer música de Natal. Mas essa sou eu. Não posso me aposentar de ser eu mesma."