Cidades Guarulhos

O guarulhense está recuperando o orgulho de nossa cidade, diz Guti nos 461 anos de Guarulhos

GUTI/Fabio Nunes

“Sabemos que ainda tem muito a ser feito. Mas temos a certeza de que, cinco anos após pegarmos uma cidade destruída, Guarulhos já tem outra cara. Melhor que isso. A população sente as melhorias que se espalham nos mais diversos setores”. No dia do aniversário de Guarulhos, que completa 461 anos nesta quarta-feira, 8 de dezembro, o prefeito Guti fala um pouco sobre sua gestão, que chega ao final do quinto ano, quatro pelo primeiro mandato entre 2017 e 2021 e um neste segundo, para o qual se reelegeu no ano passado.

Ainda administrando a pandemia de coronavírus, que pegou o mundo de surpresa no início de 2020, Guti cita que o setor da saúde, assim como ocorre na maioria dos municípios brasileiros, ainda precisa melhorar muito. “Sabemos que estamos longe do ideal. Investimos 31% do orçamento na saúde, mas, mesmo assim, ainda é insuficiente. Temos equipamentos bem melhores do que aqueles que encontramos, mas existem problemas ainda, principalmente na gestão de hospitais e falta de médicos”. Ele diz que trabalha continuamente para sanar essas questões e entregar serviços mais dignos aos moradores.

Guti citou que Guarulhos já está há dois anos sem rodízio de água. “Pegamos a cidade com rodízio para mais de 90% dos moradores. Graças ao acordo que fizemos com a Sabesp, que acabou com a dívida que o Saae mantinha com a empresa, a cidade inteira recebe água todos os dias da semana”, citou. O prefeito frisou também a evolução no tratamento de esgoto. “Guarulhos tratava apenas 2% de todo o esgoto. Hoje, estamos próximos a 40% e vamos entregar no final de nosso mandato com cerca de 70%. Guarulhos deixará de ser a cidade que mais polui o rio Tietê”, completou.

Na área de Educação, o prefeito citou que em 2022 mais de 16 mil alunos terão aulas em período integral. “Quando assumimos, isso era exceção. A Prefeitura só atendia àqueles que tinham decisões judiciais favoráveis. Hoje, isso faz parte do programa de governo. Estamos avançando para estender o período integral e acabar com o terceiro turno, ampliando o tempo em que as crianças permanecem nas escolas”.
Guti também ressaltou a implantação da Faculdade Guarulhos, programa que garantirá ensino superior grátis a 100 alunos de baixa renda, em faculdades particulares do município, por meio de bolsas que serão custeadas pela Prefeitura. “Serão 50 vagas para Pedagogia e outras 50 para Psicologia neste primeiro ano. Era um compromisso que firmamos em nossa reeleição e que já estamos entregando à população, que passa a ter mais oportunidades no mercado de trabalho”.

Em relação ao aumento de empregos na cidade, Guti citou os novos empreendimentos na área de logística que já estão propiciando cerca de 6.000 empregos novos nos centros de distribuições de grandes empresas, como Magalu, Mercado Livre e Amazon, entre outras. “Só uma nova fábrica de calçados irá gerar 2.000 novos empregos. Fora a Leroy Merlin, cujas obras tiveram início e vão criar cerca de 500 oportunidades de trabalho. O Hospital São Luiz, que será construído na Paulo Faccini com Tiradentes, é outro empreendimento que, além de ofertar serviços de excelência na área de saúde, deve gerar mais empregos na cidade”.

Questionado pelo GuarulhosWeb sobre a motivação que tem para conduzir a segunda maior cidade do Estado de São Paulo, Guti agradeceu a Deus por estar sempre pensando no melhor para a população. “Deus me deu a oportunidade de ser eleito e reeleito. Devolvo isso com muito trabalho, me dedicando ao máximo para melhorar a vida da população. É uma missão que se encerra no último dia do mandato em 2024. Depois, a gente vai ver o que a vida nos reserva. Tenho certeza que posso contribuir muito com minha cidade, com o Estado e com o país”, revelou. E completou: “Mas o melhor de tudo é saber que hoje o morador de Guarulhos está recuperando o orgulho de nossa cidade”.