Cidades

Observatório de Guarulhos pretende debater os problemas da cidade

A Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACE) iniciou nesta terça, 11, os preparativos para a implementação de uma ação que pretende por meio da observação e do debate, ter um olhar mais crítico do município.
Trata-se do Observatório de Guarulhos, movimento idealizado com a missão de discutir e sugerir mudanças positivas a administração pública da cidade.
 
O movimento, que vem sendo coordenado pelo vice-presidente da Facesp, Wilson Lourenço, a pedido do presidente da ACE-Guarulhos, Jorge Taiar, pretende realizar encontros quinzenais para discutir os problemas na cidade e propor soluções. De acordo com Lourenço, a ação vai se guiar por três caminhos: a observação, a sugestão e a cobrança junto ao poder público.
 
Segundo Jorge Taiar, o movimento ainda está em fase de organização, mas já recebeu a sinalização positivas de diversas pessoas influentes que manifestaram o desejo de participar. O dirigente conta que, para alcançar o maior número de pessoas, está sendo pensado a criação de um aplicativo para celulares e um website para acolher as demandas da população.
 
“Tudo que for interferir negativamente na cidade, o movimento vai atuar, já que Guarulhos conta com pessoas influentes que podem ser catalisadores destas mudanças”, disse Taiar, que ainda salientou que as sugestões colhidas na ação poderão se tornar projetos que serão encaminhados para a administração municipal.
 
O diretor da regional Pimentas da ACE, o empresário Gerson Santana Silva, mais conhecido como Baiano, aprovou a criação do movimento. “É uma ideia muito interessantes, ainda mais com a possibilidade de se atingir os bairros mais distantes da cidade”, disse Baiano, que possui estabelecimentos comerciais nas regiões do Pimentas e São João.
 
A expectativa é que o início dos trabalhos do Observatório de Guarulhos ocorra em março.
 

 

Comentar

Clique aqui para comentar