Estadão

Papa Francisco pede para que grito da Terra seja ouvido na COP-26

O Papa Francisco pediu aos fiéis que rezassem para que "o grito da Terra e o dos pobres" sejam ouvidos pelos participantes da Conferência do Clima (COP-26), que começa neste domingo, 31. "Que este encontro produza respostas eficientes, oferecendo esperança concreta para as gerações futuras", disse à multidão presente na Praça de São Pedro.

Também neste domingo, o Papa assinou um texto no jornal italiano Corriere della Sera, no qual diz ser "hora de agir, e agir juntos" contra as mudanças climáticas, a pandemia e a pobreza. No periódico, apontou que as crises ecológica e social se tornaram mortais por causa da covid-19.

"No entanto, não esqueçamos que as crises também são janelas de oportunidade: são ocasiões para reconhecer e aprender com os erros do passado", escreveu. "É hora de pensar grande, de repensar nossas prioridades e de reprogramar nosso futuro."

O texto faz parte do prefácio do livro Laudato si Reader. An Alliance of Care for Our Common House (Louvado Sejas, Leitor. Uma Aliança de Atenção à Nossa Casa Comum, em tradução livre), com as reflexões e os relatos sobre a recepção da encíclica Laudato si de Francisco, dedicada à defesa do meio ambiente. O e-book estará disponível para download gratuito em 12 de novembro.

<i>(Com informações de agências internacionais)</i>