Estadão

Parque Olímpico no Rio será sede de etapa do Circuito Mundial de skate street

O Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, será palco de uma das principais competições internacionais de skate street. O anúncio foi feito nesta quarta-feira pelo Ministério da Cidadania. Nos dias 5 e 6 de novembro, a Arena Carioca 1 receberá uma das etapas do Circuito Mundial da Street League Skateboarding (SLS World Tour 2022), que trará ao Brasil os melhores atletas do mundo, com vários brasileiros entre os favoritos.

Na terça-feira, o secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães, o CEO da SLS, Joe Carr, e o diretor comercial da 213 Sports, empresa parceira da SLS no Brasil, Pedro Dau Mesquita, oficializaram o apoio do Governo Federal para que o evento seja no Rio de Janeiro. A Secretaria Especial do Esporte é responsável pela gestão de quatro equipamentos no Parque Olímpico: Arenas Carioca 1 e 2, Velódromo e Centro Olímpico de Tênis.

"O skate é um dos esportes com maior potencial de crescimento no Brasil, principalmente junto ao público mais jovem. Isso, para nós, é importante nesse trabalho de valorização das categorias de base", ressaltou Marcelo Magalhães. "Estamos felizes com o fato de o Rio e o Parque Olímpico receberem uma etapa do SLS World Tour deste ano. O evento vai ajudar muito a divulgar ainda mais o skate em nosso país", completou.

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, o Brasil conquistou três medalhas de prata no skate, com Rayssa Leal e Kelvin Hoefler, no street, e com Pedro Barros, na modalidade park. Para completar, no ano passado os brasileiros brilharam no SLS Super Crown, última etapa do Circuito Mundial de Street da SLS, em novembro, em Jacksonville, nos Estados Unidos.

No feminino, Pâmela Rosa sagrou-se bicampeã mundial ao vencer a competição, com Rayssa Leal em segundo lugar no evento, mesmo resultado de Lucas Rabelo, que também sagrou-se vice-campeão mundial.

"Estamos entusiasmados em trazer a SLS e os melhores skatistas do mundo de volta ao Brasil", disse Joe Carr. "O Brasil é a casa dos fãs mais apaixonados pela SLS e de várias das estrelas mais brilhantes do esporte. A atmosfera na arena será elétrica em novembro", acredita o dirigente.

"Para nós é uma honra essa parceria. Temos o segundo maior mercado mundial de skate, com quase nove milhões de praticantes, uma comunidade de fãs apaixonada. Estamos no momento certo para construir grandes histórias entre as marcas e os valores desse esporte", avaliou Pedro Dau de Mesquita.