Polícia

Polícia prende dois com um quilo de urânio bruto na Vila Barros em Guarulhos

Neste final de semana, a Polícia Civil de Guarulhos apreendeu cerca de um quilo de urânio bruto, que teria sido encomendado por integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), que pagaram R$ 10 mil apenas pelo transporte e seria revendido por US$ 90 mil. Segundo o delegado responsável pela ação, José Roberto Toledo Rodrigues, do 3o Distrito Policial de Guarulhos, a facção teria a intenção de produzir material bélico com o urânio.

Os investigadores receberam a denúncia sobre comercialização das pedras que teriam sido trazidas de uma fazenda no Acre, com atestado de autenticidade. Os agentes foram averiguar a denúncia de porte de material nuclear e se passaram por compradores, prendendo dois homens em flagrante e recolhendo o material de forma segura.

A prisão ocorreu em um endereço não revelado da Vila Barros, região central de Guarulhos. A dupla revelou que o local de onde veio o urânio teria mais duas toneladas à disposição para ser comercializada.