Economia

Procon-SP: taxa média de empréstimo pessoal subiu para 5,64% ao mês em 2014

As taxas médias dos juros de empréstimos bancários registraram alta contínua desde o início de 2014, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira pela Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP). A taxa média mensal para o empréstimo pessoal, que havia começado o ano em 5,40%, chegou a 5,85% ao mês em dezembro. No ano, a taxa média nesta modalidade de crédito ficou em 5,64%, ante 5,27% registrados em 2013.

O Procon-SP informou que o banco que registrou a maior taxa média anual de empréstimo pessoal foi o Santander, com 6,92%. Já a instituição com o menor juros médio foi a Caixa Econômica Federal, com 3,77%, uma diferença de 83,55% entre as duas instituições.

A taxa média anual do cheque especial também aumentou, passando de 8,02% em 2013, para 9,26% em 2014. Em janeiro de 2014, a taxa média era de 8,48%. Em dezembro, chegou a 10,15% ao mês. Novamente, de acordo com o Procon-SP, a maior taxa média anual foi do Santander, com 11,49% ao mês, e a menor foi cobrada pela Caixa, com 5,98%, o que representou variação de 92,14%. A pesquisa do Procon-SP avaliou as taxas de sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander.