Estadão

Prorrogação da CPI da Covid é fundamental ao País, diz Freixo

O líder da Minoria na Câmara dos Deputados, Marcelo Freixo (PSB-RJ), avaliou como "fundamental" a prorrogação dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid além dos 90 dias determinados inicialmente. Para Freixo, o País está diante do "maior escândalo de corrupção da história" e, para isso, é necessário o aprofundamento dos trabalhos frente aos novos depoimentos.

Nesta segunda-feira (28), o vice-presidente do colegiado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), apresentou requerimento para prorrogar os trabalhos da CPI por mais 90 dias. O pedido, já protocolado, precisa da assinatura de 27 senadores. Sem a prorrogação, a CPI está programada para encerrar-se no dia 7 de agosto.

Em publicação no Twitter, o deputado classifica que o governo de Jair Bolsonaro "transformou o Ministério da Saúde na central da propina" do País, diante das denúncias de corrupção na compra das vacinas da Covaxin e da CanSino. "Roubalheira na compra de vacina numa pandemia que já matou mais de 510 mil brasileiros é homicídio", declarou o parlamentar.