Educação

Aulas nas escolas municipais voltam na segunda-feira com protocolos rígidos de higiene

Na próxima segunda-feira (7) a rede municipal de ensino inicia o ano letivo com 100% de aulas presenciais e seguirá todos os protocolos de prevenção à covid-19. Nesta semana as equipes escolares retornam para a formação e o planejamento de ações para o início das aulas, que envolvem mais de 121 mil alunos da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) das Escolas da Prefeitura de Guarulhos. Cerca de seis mil educadores retornam às atividades presenciais após o período de férias escolares.

Nessa quarta-feira (2) acontece a primeira formação dos profissionais de educação pela equipe do Departamento de Orientações Educacionais e Pedagógicas (Doep) e que faz parte de uma das ações formativas de 2022, as Paradas Pedagógicas, que serão num total de cinco no ano, o que inclui mais dois encontros no primeiro semestre e dois no segundo.

O planejamento dos professores será nesta quinta-feira (3), ocasião em que a equipe escolar se reúne para alinhamento das ações em meio a abordagens sobre acolhimento de novas turmas e mapeamento para conhecimento sobre os educandos, suas famílias, seus saberes construídos e as necessidades de aprendizagem. As informações coletadas servirão de subsídio para o planejamento das propostas, que ocorrerá em março e que vai nortear as práticas pedagógicas ao longo do ano letivo.

Na sexta-feira (4) diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos e professores se reúnem com os pais e/ou responsáveis nas unidades escolares. Esta atividade é o primeiro contato com a comunidade para a apresentação das ações das escolas.

Protocolos

A Secretaria de Educação segue todos os protocolos de prevenção contra a covid-19 e a influenza. Para a segurança no retorno às aulas presenciais será obrigatório o uso de máscara, a constante lavagem das mãos e a utilização de álcool em gel como ações essenciais. A ventilação e higienização dos ambientes permanecem, assim como a orientação para a utilização de espaços abertos para realizar as atividades.

A rede municipal de ensino de Guarulhos também possui a prática da solicitação da carteirinha de vacinação dos alunos no ato da matrícula e da rematrícula. Os alunos não vacinados contra a covid-19 poderão assistir às aulas, mas serão incentivados a receber a imunização.

Segundo o secretário de Educação, Alex Viterale, receber as vacinas é necessário aos jovens e previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). “O artigo 14 do ECA, em seu primeiro parágrafo, diz que a vacinação dos menores, quando recomendada pelas autoridades sanitárias, é obrigatória. As unidades escolares ficarão responsáveis por esse acompanhamento, mas os casos em que os pais não queiram vacinar os filhos serão encaminhados ao Conselho Tutelar”, disse.

Outro estímulo à vacinação foi iniciado no último dia 15, quando a Prefeitura lançou o programa Imunizamente: Vacina em um Braço e Livro no Outro, no qual cada criança que se vacinar contra a covid-19 recebe um exemplar literário. A iniciativa faz parte do projeto Minha Sala de Leitura, que, muito mais do que conscientizar a população sobre a importância da vacinação contra o coronavírus, pretende incentivar os pequenos a praticar o hábito da leitura e montar uma biblioteca em casa.

Além disso, a Prefeitura ampliou os polos de vacinação infantil, que passaram de seis para 31 unidades. Para realizar o agendamento basta acessar o link bit.ly/VacinaGru.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Vamos falar o português Claro, serão obrigados a vacinar seus filhos né…. primeira dose, segunda dose, terceira dose ,quarta dose E aí por diante, e todo mundo pegando o covid-19, meu Deus aonde vamos parar…
    Coisas ruins estão acontecendo com as Crianças todos os dias e o Conselho Tutelar nada faz ,agora se você não Vacinar seu filho aí o Conselho Tutelar vai na sua casa absurdo…..