Início » Renato Augusto compara Sylvinho a Tite no Corinthians; Willian vira desfalque
Estadão

Renato Augusto compara Sylvinho a Tite no Corinthians; Willian vira desfalque

O quarteto de reforços que mudou o status do Corinthians no Campeonato Brasileiro não vai estar em campo no sábado, em visita ao Sport, pelo Brasileirão. O meia Willian sentiu um desconforto muscular no primeiro tempo contra o Bahia e será preservado. Por outro lado, Renato Augusto não apenas foi relacionado, como rasgou elogios ao técnico Sylvinho, comparando-o a Tite e prevendo vê-lo entre os melhores do País "em pouco tempo".

"O meio-campista Willian, com um desconforto no músculo posterior da coxa esquerda, ficou em tratamento com a equipe de fisioterapia e será preservado da viagem a Recife", informou o Corinthians nesta quinta-feira.

O meia foi substituído por Jô no intervalo da vitória contra o Bahia justamente por causa do problema. O Corinthians empatava por 1 a 1 e o camisa 10 não resistiu às fortes, pedindo para sair.

Enquanto Willian já faz trabalhos de recuperação, Renato Augusto falou sobre o bom momento do time, na quinta colocação e cada vez mais próximo dos líderes. A ascensão na tabela, na visão do camisa 8, não tem relação com os reforços, mas sim com o trabalho do treinador.

"Sylvinho é um cara de altíssimo nível, jogou em Barcelona, Manchester City, Arsenal, é um cara que entende muito de futebol, estudou bastante, trabalhou bastante com o Tite, que é, talvez, o maior treinador com quem eu trabalhei. Ele tem total confiança nossa, dá abertura para nós, sempre me deu abertura, entende o que é o Corinthians", elogiou Renato Augusto, que foi além.

"(Contra o Palmeiras) Ele nos ajudou bastante na parte emocional. Pode vir a ser um dos maiores treinadores aqui no Brasil em pouco tempo. Estuda bastante, entende do jogo, claro que vão ter erros e acertos, e temos de ter compreensão com isso, como temos com um companheiro que erra um passe, um chute. E o mais importante é que ele tenta o melhor para o grupo. Tem total confiança nossa e acho que estamos no caminho certo."

Mesmo subindo na tabela, Renato Augusto evita falar em brigar pelo título. São 13 pontos de diferença para o Atlético-MG e poucas rodadas pela frente, o que faz o meia falar apenas em luta pela vaga na Libertadores, rodada a rodada.

"Há pouco tempo, quando cheguei, falavam até de rebaixamento, então o momento de pensar em título não é esse. O momento é de a equipe se consolidar, ganhar e crescer neste final de temporada. Estamos em construção, com jogadores chegando agora", observou. "O momento é pensar no próximo jogo, sem criar muita expectativa. Lá na frente a gente vai ver, mas acho que o mais importante é a gente continuar jogando bem, conquistando pontos, para ganhar confiança."

Pediu, ainda, total concentração com o Sport. Mesmo na zona de rebaixamento, o time pernambucano tem o respeito total dos corintianos. "Todos os jogos são muito difíceis, e esse também é complicado. Além de (o Brasileirão) ter um nível alto, você tem um desgaste físico muito grande e também tem o desgaste das viagens. Já perdemos pontos em jogos assim e nós temos de encarar esse jogo como se fosse uma final."