Cidades

Rodoanel terá cobrança de pedágio por quilômetro em Guarulhos

Com obras paradas desde 2018, o trecho norte do Rodoanel, que abrange Guarulhos, terá cobrança de pedágio no modelo Free-Flow. A decisão foi confirmada pelo secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, e o diretor geral da Artesp, Milton Persoli, em evento realizado nesta quinta-feira, 10/3.

O free-flow será implantado pela primeira vez no Rodoanel Norte, cujo edital de concessão foi publicado em janeiro já prevendo o sistema, que consiste na adoção do uso de sensores que calculam a tarifa por quilômetro rodado.

Diferente do modelo da Dutra, onde o motorista terá o poder de escolha e – caso não queira pagar o pedágio – poderá trafegar pela via lateral, tendo em vista que o custo ocorrerá apenas na pista expressa, o Rodoanel cobrará integralmente dos veículos que utilizarem a rodovia.

A cobrança nesse sistema é feita eletronicamente, através de pórticos instalados ao longo da rodovia, sem a manipulação de dinheiro em espécie. Diferentemente do que ocorre no free-flow, no Ponto a Ponto, o sistema não funciona em toda a extensão da rodovia e é restrito a moradores do entorno, previamente cadastrados, motoristas de veículos de passeio. Estima-se que no trecho norte o valor cobrado seja de R$ 0,14 por KM. Ou seja, para percorrer os 44 quilômetros da via, o motorista pouco mais de R$ 6.

Atualmente, a concessionária Ecopistas está implementando um projeto-piloto do sistema free flow na Rodovia Ayrton Senna, na região de Itaquaquecetuba. Os testes de performance devem ser finalizados até o final de março.