Estadão

Temores com Evergrande puxam venda de ações da Sunac, outra incorporadora chinesa

As ações e os bônus de outra grande incorporadora da China tiveram queda forte, com investidores temerosos de que a companhia possa enfrentar problemas similares aos da Evergrande. Investidores venderam ativos da Sunac China Holdings nas duas últimas sessões, após circularem documentos online mostrando uma unidade da Sunac pedindo ajuda do governo com dificuldades de liquidez.

As ações da Sunac listadas em Hong Kong fecharam em baixa de 9,4% na segunda-feira, fechando na mínima em mais de quatro anos, após terem recuado quase 7% no pregão anterior. Os bônus denominados em dólares também caíram.

O documento que circulou, ao qual o <i>Wall Street Journal</i> também teve acesso, mostrava um pedido de ajuda ao governo em Shaoxing, cidade da província de Zhejiang, no leste chinês.

Uma fonte disse que o documento era um rascunho, que ainda iria ser submetido à administração.