Economia

Total de cheques devolvidos sobe em outubro, diz Serasa

O porcentual de cheques devolvidos por falta de recursos disponíveis subiu 1,97% em outubro e superou a taxa de 1,84% apurada em setembro, conforme mostra o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. O resultado do décimo mês deste ano ficou muito próximo do de outubro de 2013, de 1,96%. Tanto nos dez primeiros meses de 2014 (2,06%) como no mesmo período de 2013 (2,01%) a variação ficou perto de 2,00%.

O Estado de Roraima foi o líder no porcentual de cheques recusados por falta de fundos no período de janeiro a outubro deste ano com 11,36% de devoluções, de acordo com a Serasa. Já o Amazonas aparece com o menor volume de cheques devolvidos, com 1,22%. Por região, a Norte ocupa o primeiro lugar com 4,45% documentos recusados por falta de recursos. Em contrapartida, a Sudeste registrou o menor porcentual (1,52%).

Segundo os economistas da Serasa Experian, a data comemorativa do Dia das Crianças ajudou a elevar o nível da inadimplência com cheques em outubro. No acumulado do ano, acrescentam, o volume de documentos devolvidos por insuficiência de fundos está maior devido ao agravamento das questões conjunturais da economia brasileira. “Inflação elevada, juros altos e estagnação econômica com reduções localizadas do nível de emprego”, completaram, em nota, os profissionais.

Comentar

Clique aqui para comentar