Estadão

UE: autoridades russas têm responsabilidade por crimes de guerra na Ucrânia

O embaixador da União Europeia, Olof Skoog, disse nesta terça-feira, 5, que as autoridades russas devem ser responsabilizadas pelos crimes de guerra cometidas na Ucrânia. Afirmações semelhantes foram feitas pelo Reino Unido, que não integra o bloco, durante reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Skoog destacou que as consequências "dramáticas" do conflito não irão se limitar à Europa, mas sim terão impacto para todo o mundo. O representante condenou "nos termos mais duros possíveis" os ataques russos contra a Ucrânia e exigiu que a Rússia retire suas tropas imediatamente do país.

Os atos recentes mostram a "verdadeira face" da Rússia, disse o embaixador, que ressaltou a importância de julgamento no Tribunal Penal Internacional. "É claro que deve haver e haverá responsabilidade".