Início » União Química inicia produção da vacina Sputnik V; envase será na unidade de Guarulhos
Saúde

União Química inicia produção da vacina Sputnik V; envase será na unidade de Guarulhos

Vacina russa contra o coronavírus ainda não teve autorização da Anvisa para uso emergencial

A União Química iniciou a produção piloto do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) da vacina Sputnik V, contra a Covid-19 no Brasil, em acordo firmado com o Fundo de Investimentos Diretos da Rússia (RDIF). A Sputnik foi desenvolvida pelo renomado instituto Gamaleya, do governo russo.

Com a produção centrada na Bthek, unidade de Biotecnologia da União Química no Distrito Federal, a parceria entre a companhia e o RDIF prevê acordo de transferência de tecnologia e fabricação da vacina para toda América Latina. O envase das vacinas acontecerá na unidade de Guarulhos da indústria química.

A União Química iniciou a produção do IFA da vacina Sputnik V, em sua unidade Bthek, para fins de testes piloto, de acordo com as regras sanitárias e regulatórias brasileiras. “No seu devido tempo e com as devidas autorizações da Anvisa, iniciaremos a produção em escala industrial e comercial. A produção do IFA, em escala piloto, faz parte da rotina da indústria farmacêutica em todo o mundo”, explica Rogério Rosso, diretor de Negócios Internacionais do Grupo União Química.

A transferência de tecnologia da RDIF e Instituto Gamaleya Russo para a produção da vacina no Brasil é fundamental para que o país possa, o quanto antes, ter sua independência quanto a disponibilização de imunizantes contra a COVID-19 para toda a população brasileira. “Esta semana já iniciamos um lote piloto de aprendizado de produção de IFA. Não é para uso”, disse o cientista-chefe da União Química, Miguel Giudicissi

A União Química segue nas tratativas com a ANVISA a respeito das exigências referentes ao pedido de uso emergencial da Sputnik V, protocolado em 15 de janeiro de 2021, e está trabalhando arduamente junto à Agência para chegar à conclusão dessa jornada com a maior agilidade possível.