Estadão

Vendas diretas ganham espaço no setor

As vendas diretas estão em alta no setor automotivo. Líder em vendas totais de automóveis e comerciais leves neste ano, com 23% de participação e ampla vantagem sobre a segunda colocada – a Volkswagen, com 15,5% -, a Fiat também está à frente em volume de vendas diretas.

Até agosto, 60% das vendas da marca italiana foram para locadoras, frotistas, produtores rurais, taxistas, pessoas com deficiência (PCD), pessoas jurídicas e governos, de acordo com dados compilados da Fenabrave e da Bright Consulting.

A campeã em vendas diretas, contudo, é a Jeep, que pertence à mesma holding da Fiat, a Stellantis. A marca que produz os SUVs Renegade, Compass e, desde a semana passada, o Commander, tem 73% de seus negócios voltados ao segmento corporativo e PCD.

A Volkswagen, segunda no ranking total, vendeu este ano 47% de seus modelos de forma direta, enquanto para a General Motors, que ocupa a terceira posição em vendas totais, essa fatia foi de 37%. Em todos os casos citados, a fatia nas vendas diretas está mais ou menos nas mesmas proporções nos últimos três anos.

A picape Fiat Strada é a líder das vendas diretas, com 62,4 mil unidades. No varejo, está em 15.º lugar, com 17,2 mil unidades. O Jeep Renegade, o segundo na lista das vendas corporativas, com 38,9 mil unidades, é o 18.º na relação do varejo, com 15,3 mil unidades.

Na terceira posição está o Jeep Compass, com 34,7 mil unidades, enquanto no varejo foram vendidas 11,3 mil, deixando o modelo na 24º posição. O Volkswagen Gol, quarto mais vendido de forma direta, com 28,9 mil unidades, é o 21º no ranking do varejo, com 13,9 mil unidades.

As informações são do jornal <b>O Estado de S. Paulo.</b>