Estadão

Após AVC e covid, Roberta Flack planeja retomar carreira aos 85 anos

Em 2016, a cantora Roberta Flack sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) – – e, em janeiro deste ano, foi diagnosticada com covid-19. Hoje, aos 85 anos, ela já faz planos para o futuro e quer retomar carreira.

"A pandemia manteve a maioria de nós fora do palco por dois anos", disse à revista <i>People</i>. A compositora ainda tem sequelas do derrame, mas está ansiosa para poder voltas aos palcos. "Eu não sei o que os próximos dois anos reservam, mas espero ver meus fãs pessoalmente em breve."

Enquanto ainda não faz shows, ela se dedica a outros projetos. Entre eles estão um documentário sobre sua vida e carreira e um livro infantil inspirado em seu primeiro piano, que seu pai pegou em um ferro-velho para presenteá-la.

"Ele pintou de verde e cheirava mal, mas eu toquei e pratiquei por horas incontáveis naquele piano", lembrou ela do instrumento. "Isso me deu asas da música que, como uma menina de 9 anos, eu precisava tanto. Já fui derrubada tantas vezes, mas continuei tentando. Continue tentando."

Com o single The First Time Ever I Saw Your Face, Roberta Flack foi top 1 na Billboard há exatos 50 anos, em 1972.