Cidades

Assim como a Sabesp, Saae concederá desconto para quem reduzir consumo de água

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Guarulhos vai conceder desconto de 30% nas contas de quem reduzir o consumo de água em 20%, em comparação à média mensal no período compreendido entre fevereiro de 2013 e janeiro de 2014.

 Além disso, quem reduzir o consumo em 10% terá direito a bônus de 10%. O incentivo, que visa à economia de água no município, valerá para as faturas que chegarão aos consumidores entre março e setembro de 2014.

No último sábado, dia 1, a autarquia municipal tomou conhecimento, por meio da imprensa, da proposta de concessão de bônus oferecida pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) aos consumidores atendidos pelo Sistema Cantareira, que está com o nível mais baixo dos últimos 10 anos. Por entender a gravidade da questão do abastecimento na região metropolitana de São Paulo, o Saae de Guarulhos decidiu adotar medida semelhante. Vale lembrar que Guarulhos compra por atacado da Sabesp, por meios do Sistemas Cantareira e Alto Tietê, cerca de 87% da água que distribui; só o reservatório de Guarulhos que recebe água do Sistema Cantareira (o Gopoúva) abastece cerca de 62% da população do município.

Como o sistema é interligado, qualquer economia é importante. Portanto, no caso de Guarulhos, o desconto valerá para todas as categorias (residencial, comercial, industrial e entidades assistenciais e públicas) e será concedido a todos os consumidores, indiscriminadamente, sejam eles abastecidos pelo Sistema Cantareira, Sistema Alto Tietê ou por fontes próprias do município. Como exemplo, um cliente residencial cuja média de consumo é de 20 metros cúbicos e reduzir em 20% (16 metros cúbicos) terá direito a um desconto de 30%, diminuindo o valor da conta de R$ 78,36 para R$ 41,44. Caso esse mesmo cliente reduza o consumo em 10% (18 metros cúbicos), a fatura será de R$ 61,90. Em torno de 70% dos consumidores de Guarulhos se enquadram na faixa de até 20 metros cúbicos de consumo.

Comentar

Clique aqui para comentar