Estadão

Bolsas da Ásia fecham em baixa, após fortes perdas em Wall Street

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta quarta-feira, 19, acompanhando a fraqueza dos mercados acionários de Nova York, que vêm sendo pressionados pela perspectiva de aumentos de juros nos EUA.

O índice japonês Nikkei liderou as perdas na Ásia hoje, com queda de 2,80% em Tóquio, a 27.467,23 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 0,77% em Seul, a 2.842,28 pontos, e o Taiex registrou perda de 0,82% em Taiwan, a 18.227,46 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto teve modesta baixa de 0,33%, a 3.558,18 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto se desvalorizou 0,92%, a 2.442,12 pontos.

Exceção, o Hang Seng garantiu alta marginal de 0,06% em Hong Kong, a 24.127,85 pontos.

O predomínio do mau humor na região asiática veio após as bolsas de Nova York sofrerem fortes perdas ontem, à medida que os rendimentos dos Treasuries atingiram máximas em dois anos com expectativas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) terá de elevar seus juros básicos três ou mais vezes este ano para controlar a inflação doméstica, que continua persistentemente alta.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom de Wall Street e da Ásia, e o S&P/ASX 200 caiu 1,03% em Sydney, a 7.332,50 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.