Estadão Saúde

Brasil notifica 447 mortes por covid em 24h; média continua abaixo de 400

Nas últimas 24 horas, 447 pessoas foram vítimas da covid-19 no Brasil. O País já ultrapassou a marca de 605,2 mil mortos desde o início da pandemia, em março de 2020. Em relação à média móvel semanal, que elimina as distorções entre dias úteis e fim de semana, o número é de 355.

O Estado do Amazonas não relatou óbitos. Já Mato Grosso do Sul revisou o número de casos, que havia duplicidades, ficando o dado negativado.

As notificações de novos casos da doença em 24 horas ficaram em 14.242. Na soma, o Brasil chegou aos 21.710.817 casos de infecção pela doença desde o início da pandemia. A média móvel de casos nos últimos sete dias é de 12.113. Os dados diários são reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa, que é formado por <b>Estadão</b>, <i>G1</i>, <i>O Globo</i>, <i>Extra</i>, <i>Folha</i> e <i>UOL</i>, em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20 horas.

Os dados do Painel Coronavírus, do Ministério da Saúde, mostram que houve 460 mortes no Brasil, enquanto o número de novos casos em 24 horas ficou em 14.502. São 605.139 mortos no total e 21.711.843 casos até o momento.

O balanço de óbitos e de casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho do ano passado, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • toda vez que vejo estas manchetes sobre óbitos atribuídos à peste chinesa LEMBRO-ME DO PRÉ CARNAVAL DE 2019, PAU TORANDO NA EUROPA E ESTADOS UNIDOS COM CENTENAS DE MILHARES DE MORTOS E O “BOLSONARO” AQUI NO BRASIL, NÃO SÓ AUTORIZANDO COMO TAMBÉM INCENTIVANDO E CONVOCANDO O POVO A PARTICIPAR DA ORGIA CARNAVALESCA, ALEGANDO NAS CHAMADAS DA GLOBO QUE O A PESTECHINEZA NÃO PASSAVA DE UMA GRIPEZINHA E QUE O POVO PODERIA BRINCAR O CARNAVAL SEM NENHUMA PREOCUPAÇÃO, E QUE SP INCLUSIVE FARIA O MAIOR CARNAVAL DE TODOS OS TEMPOS… MÉDICOS NO “domingão do faustão” AFIRMANDO QUE RISCOS NÃO HAVERIAM… PQP,SERÁ QUE SÓ EU LEMBRO DISTO? FICO IMAGINANDO QTAS VIDAS NÃO TERIAM SIDO POUPADAS SE A ORGIA CARNAVALESCA TIVESSE SIDO IMPEDIDA… ENFIM A IRRESPONSABILIDADE DO GENOCIDA BOLSONARO E SEU INTERESSE FINANCEIRO FALARAM MAIS ALTO, NÃO É …?