Estadão

Bruno Soares e Jamie Murray sofrem, mas estão nas oitavas de final do US Open

O mineiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray sofreram, mas estão nas oitavas de final da chave de duplas do US Open, em Nova York, após vencerem, nesta sexta-feira, os norte-americanos Christopher Eubanks e Bjorn Frantangelo, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/4, em 1h31.

A dupla, cabeça de chave 7 do torneio, teve o saque quebrado e viu os rivais abrirem 6/5 no primeiro set, mas recuperaram, devolveram a quebra e venceram o tie break. No segundo, fizeram no início 2 a 0 e confirmaram os serviços para fechar a disputa.

No individual masculino, Daniil Medvedev, número 2 do mundo, se garantiu nas oitavas de final, ao vencer o terceiro duelo na competição por 3 sets a 0. A vítima desta sexta-feira foi o espanhol Pablo Andujar, de 35 anos e 74º do ranking, superado por 6/0, 6/4 e 6/3, em 1h56.

Com um saque preciso, Medvedev somou nove aces. No primeiro set, o russo só perdeu dois pontos no saque. A segunda parcial teve apenas uma quebra, e na terceira conseguiu mais três quebras e perdeu o serviço apenas uma vez.

Com 43 vitórias e 10 derrotas no ano, Medvedev ainda busca seu primeiro título de Grand Slam. Ele foi finalista do Aberto da Austrália, chegou às quartas de Roland Garros e às oitavas em Wimbledon. Em 2021, foi campeão do Masters 1000 de Toronto e levantou a taça em Marselha e Mallorca, além de ter feito parte da equipe russa vencedora da ATP Cup.

FEMININO – O maior duelo do dia reuniu Garbiñe Muguruza e Victoria Azarenka, definido apenas no terceiro set. A espanhola venceu a bielorrussa por 6/4, 3/6 e 6/2, depois de 2h17 de partida.

A próxima rival de Muguruza nas oitavas de final será a checa Barbora Krejcikova, atual campeã de Roland Garros, que eliminou com facilidade a russa Kamila Rakhimova, com parciais de 6/4 e 6/2.