Início » Cantinho Animal – Artrite Canina
Pet

Cantinho Animal – Artrite Canina

Com o avançar dos anos alguns dos nossos companheiros caninos diminuem seu ritmo, suas atividades físicas e muitos proprietários passam a achar normal que eles fiquem dormindo pelos cantos da casa e do quintal. No entanto, a falta de atividade pode ser decorrente de uma artrite não diagnosticada. A artrite pode atingir cães idosos na coluna vertebral, ombros, joelhos e outras articulações.

A artrite canina é uma doença progressiva e degenerativa que causa perda de parte da cartilagem de uma determinada articulação e, com o tempo, pode agravar-se desenvolvendo uma artrose (inflamação crônica). A enfermidade caracteriza-se pela inflamação, inchaço, rigidez das articulações e músculos.

Os sintomas da artrite variam de dor suave à intensa. Para alguns cães, pode causar um grande impacto na qualidade de vida, ficando relutante e difícil subir e descer escadas, correr, brincar ou até mesmo uma caminhada. Os cães idosos apresentam maior risco em desenvolver artrite, principalmente os que são sedentários ou obesos. Com o passar da idade do cão, ocorre o desgaste natural da articulação. As raças maiores são mais predispostas, tais como: Golden Retriever, Labrador, Pastor Alemão, São Bernardo, Rottweiler, Fila e outros. Sendo 90% desta população canina mais suscetível em idade avançada. Entretanto, cães de pequeno porte também podem apresentar o problema, visto que são mais frágeis e têm uma musculatura e os ossos mais delicados. A maioria vive dentro de casa, subindo e descendo escadas e móveis, sendo que o chão normalmente é liso. Esse tipo de ambiente facilita a queda repetitiva, o que pode vir a causar no futuro uma artrite em determinada articulação ou na coluna.

Portanto, os ferimentos e acidentes que causam seqüelas, estresse ou dano nos músculos, tecidos ou ligamentos em cães mais novos podem causar instabilidade ocasionando a artrite anos depois.

O diagnóstico é realizado de acordo com o histórico do animal, sinais clínicos e raio-x. Em determinadas articulações, há ainda a possibilidade de ultrassonografia para avaliação de outras possíveis lesões.

A artrite não tem cura, mas pode ser controlada e monitorada com medicação especifica. O tratamento é, geralmente, realizado através de antinflamatórios não esteróides e medicações para proteger e reparar as cartilagens (os chamados condroprotetores). Um tratamento alternativo, importante de citar é a acupuntura que, em longo prazo, apresenta resultados muito satisfatórios.

Assim, mantenha o seu animal no peso adequado, evite que ele permaneça a maior parte do tempo em piso liso e, caso a raça tenha algum tipo de predisposição, faça acompanhamento médico veterinário regularmente após os 7 anos de idade.

Rafael Claro Marques
(CRMV-SP 18.849) é médico veterinário e pós-graduado em Clínica Médica de Pequenos Animais

E-mail: [email protected]

Comentar

Clique aqui para comentar