Início » Ciclista morre após bater em taxi na Airton Senna
Policial

Ciclista morre após bater em taxi na Airton Senna

O taxista que atropelou o ciclista disse à Polícia Rodoviária Estadual (PRE) que a vítima andava em zigue-zagues e teria invadido a pista no momento do acidente.

O taxista que atropelou um ciclista na manhã deste domingo na rodovia Ayrton Senna, disse à Polícia Rodoviária Estadual (PRE) que a vítima andava em zigue-zagues e teria invadido a pista no momento do acidente. Rafael Piacenti Sobrinho, 59 anos, morreu no local do acidente.

Segundo a PRE, o taxista chegou a acionar o resgate e ligou para a polícia, mas quando o socorro chegou o ciclista já estava morto. Os dois trafegavam no sentido interior da rodovia, o taxista pela pista da direita, e o ciclista pelo acostamento.

Ainda de acordo com a polícia, a carteira de habilitação e os documentos do atropelador estão em ordem. O nome dele não foi divulgado. O caso será investigado pelo 2º Distrito Policial de Guarulhos e o taxista pode ser indiciado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar).