Cidades

Colecionador de Ataris perde jogos após carteiro ser assaltado

Reconhecido como o maior colecionador de Atari, ele enviou os jogos para conserto em Guarulhos, os cartuchos foram roubados quando o carteiro foi entregar a postagem

O maior colecionador do videogame Atari do Brasil, Antonio Borba, teve parte da coleção roubada após um assalto a um carteiro dos Correios. Ele enviou seis videogames e 90 cartuchos de Curitiba para Guarulhos, para uma manutenção, mas foi notificado pela empresa do extravio um dia após fazer a remessa. "É inestimável o prejuízo, não há dinheiro que possa repor", lamentou.

Borba mantém a coleção em Curitiba, em uma sala com temperatura e umidade controladas. O acervo passa de 1,6 mil cartuchos e 50 modelos do videogame, e levou o RankBrasil a atestá-lo como colecionador recordista no país. Ele conta que teve problemas com um produto anti-mofo que utilizava na limpeza da coleção, e, por isso, havia remetido parte dela para manutenção.

Apesar de o roubo ter ocorrido ainda no mês de dezembro de 2013, ele soube apenas na segunda-feira, 6, do ocorrido, através do sistema de rastreamento dos Correios. A mensagem pedia para ele entrar em contato com a empresa e explicava que os objetos haviam sido perdidos "em assalto ao carteiro" após saírem do Centro de Entrega de Guarulhos, rumo ao destinatário.

Em nota, os Correios informaram que já solicitaram a Borba os dados dele para efetuar o pagamento da indenização devida, prevista na tarifa postal. Em até cinco dias úteis, ele deverá receber uma resposta conclusiva da empresa.