Estadão

Com virada histórica, Manchester City conquista título inglês por 1 ponto

O Manchester City conquistou seu oitavo título do Campeonato Inglês neste domingo depois de uma disputa até o último suspiro com o Liverpool. Após estar perdendo por 2 a 0 para o Aston Villa, o time de Pep Guardiola buscou a virada no segundo tempo para confirmar o bicampeonato. O Liverpool conseguiu vencer o Wolverhampton de virada por 3 a 1, mas não foi suficiente para Jurgen Klopp e companhia levantarem o que seria sua 20ª taça.

Manchester City e Liverpool terminam a temporada com campanhas impressionantes. O time de Manchester chegou a 93 pontos, enquanto o Liverpool encerra o campeonato com apenas um ponto a menos. A 38ª rodada ainda definiu a classificação do Tottenham para a Liga dos Campeões, a sobrevivência do Leeds e o rebaixamento do Burnley.

OS DUELOS EM MANCHESTER E LIVERPOOL
Para jogar um balde de água fria no Liverpool, o Wolverhampton abriu o placar logo aos 2 minutos de jogo. A zaga não interceptou batida do goleiro José Sá e Pedro Neto chegou sozinho para completar cruzamento de Raul Jiménez. Luís Diaz teve ótima chance de empatar no começo do jogo, mas desperdiçou a oportunidade.

Um passe brilhante de letra feito por Thiago resultou no empate do Liverpool aos 23 minutos. Sadio Mané saiu na cara do gol e tocou na saída de José Sá para empatar o jogo por 1 a 1. O Liverpool pressionou, mas não conseguiu chegar à virada ainda no primeiro tempo.

Enquanto isso, o Manchester City não desempenhou o que podia no Etihad Stadium. O Aston Villa se arriscava no ataque, enquanto o time da casa só conseguiu boa resposta na metade da etapa com um chute cruzado de Phil Foden.

Com o time da casa apático, sem conseguir criar, o castigo veio aos 36 minutos e o Aston Villa abriu o placar. Digne fez um ótimo cruzamento na área e Matty Cash chegou com tudo para cabecear com força e abrir o placar, 1 a 0. O time de Guardiola tentou pressionar nos minutos seguintes da primeira etapa, mas não conseguiu furar o bloqueio de Steven Gerrard.

A volta do intervalo foi muito agitada nos dos estádios. O Liverpool chegou a virar, mas o golaço de Mané foi anulado por impedimento. Enquanto isso, o City pressionou e quase marcou com Gabriel Jesus, mas levou um baita susto em contra-ataque de Watkins, que por pouco não ampliou.

Além de Gerrard, Philippe Coutinho também tratou de ajudar o ex-time. Aos 24 minutos, o brasileiro recebeu no ataque e, com muita classe, fez 2 a 0 para o Aston Villa. O gol de resposta do City finalmente saiu aos 30 minutos, em cabeceio de Gundogan, 2 a 1. O empate por 2 a 2 saiu três minutos mais tarde, com uma finalização primorosa de Rodri.

Nos minutos finais, os dois rivais buscaram a vitória. Mais do que decisivo, Ilkay Gundogan buscou a virada histórica aos 36 minutos. O meia alemão recebeu bola cruzada de De Bruyne e fez 3 a 2, definindo a virada do City. O Liverpool também fez sua parte, mas não adiantou muito. Após confusão na área, Salah empurrou para o fundo das redes e fez 2 a 1. Robertson chegou a fazer 3 a 1 aos 44 minutos.

TOTTENHAM FAZ DEVER DE CASA E VAI À LIGA DOS CAMPEÕES
A briga pela quarta colocação e última vaga na Liga dos Campeões não teve novidades. O Tottenham fez o dever de casa contra o Norwich fora de casa e, apesar da vitória do Arsenal sobre o Everton, os Spurs ficaram com a vaga, com 71 pontos. O Arsenal também venceu, mas fica em quinto, na Liga Europa, com 69 pontos.

Tanto Tottenham quanto Arsenal golearam e a briga pelo G4 não teve mudanças na última rodada. O Tottenham venceu o Norwich por 5 a 0, enquanto o Arsenal fez 5 a 1 para cima do Everton. O outro time na Liga dos Campeões será o terceiro colocado Chelsea (74 pontos), que venceu por 2 a 1 o Watford com gol de Havertz e assistência do brasileiro Kennedy.

MANCHESTER UNITED NA LIGA EUROPA
O cenário, que já era ruim para o Manchester United, quase ficou ainda pior. O time de Ralf Rangnick perdeu para o Crystal Palace com gol do seu ex-jogador Wilfried Zaha. Por sorte, o West Ham perdeu por 3 a 1 para o Brighton & Hove Albion e o United se manteve em sexto (58 pontos), na zona da Liga Europa. O time de Londres (56) irá para a Liga Conferência.

LEEDS SE SALVA DO REBAIXAMENTO
O Leeds United fez jogo nervoso fora de casa contra o Brentford e conseguiu uma vitória por 2 a 1 com gol de pênalti de Raphinha. O resultado salva o time de Manchester do rebaixamento e empurra o Burnley, que perdeu por 2 a 1 para o Newcastle, para a zona de queda. O Leeds fica em 17º, com 38 pontos, e o Burnley, com 35, é o 18º.