Esportes

COPA PAULISTA – Empate em jogo-treino contra o Guarani anima Flamengo

Para encerrar o primeiro turno do grupo 4 da Copa Paulista com uma vitória e consolidar a vaga na zona classificatória, o Flamengo terá que superar um importante desfalque no setor defensivo. Expulso na vitória por 1 a 0 sobre o São José dos Campos, na última quarta-feira, em casa, o zagueiro Junior Paulista, que marcou um dos gols flamenguistas no empate em 2 a 2 diante do Guarani, em Campinas, cumprirá suspensão diante do Água Santa, neste sábado, às 15 horas, no estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos. 
 
O jovem defensor, que estava no Oeste, iniciou o primeiro tempo do jogo-treino diante do Guarani (última segunda-feira) no banco de reservas – assim como o atacante Gabriel do Carmo, que também recebeu o cartão vermelho no triunfo diante do Tigre do Vale. Contudo, quando acionado pelo técnico Sérgio Santos, no segundo período, o beque, além de aprimorar a consistência defensiva rubro-negra, virou o marcador no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, anotando um gol de cabeça – contudo, no fim da partida, o Bugre selou o empate por 2 a 2.
 
“É uma experiência interessante. Isso redobra o foco de todo o grupo, permitindo o maior entrosamento. E estamos unidos pela classificação. A vontade demonstrada por cada atleta comprova que um bom nível de atuação será mantido nos desafios restantes. Não estamos construindo um time, mas um elenco engajado, capaz de honrar o Flamengo da melhor forma possível”, analisou.
 
Ao traçar um diagnóstico sobre a semana de treinamentos integrando a formação reserva, Junior Paulista enalteceu o elenco rubro-negro e expôs demonstrar confiança nos aspirantes à zaga – diante do Bugre, Valença e Rafael Mateus formaram a dupla titular, já que Igor Prado, com uma entorse no tornozelo direito, sequer viajou. Por sua vez, Igor Santos segue no departamento médico (estiramento no músculo posterior da coxa direita).
 
“Independente de quem jogar, o Flamengo estará muito bem representado no setor defensivo. São bons atletas. Procuro passar confiança a cada um, diariamente, a cada trabalho proposto pela comissão técnica. Dou destaque ao fator psicológico, pois, acima de tudo, o jogador precisa se sentir à vontade dentro de campo”, introduziu, antes de discorrer sobre um fato curioso: marcar os atletas que, rotineiramente, são seus companheiros de titularidade.
 
Quando questionado sobre o jogo-treino diante do Guarani, Junior Paulista celebrou o resultado diante do líder do grupo das regiões Sul e Sudeste da Série C do Campeonato Brasileiro e direcionou a boa atuação não apenas aos fatores técnicos e táticos.
 
“O Flamengo viajou para Campinas decidido, sabendo o que queria. Temos trabalhado forte, com uma comissão técnica qualificada, que lapida o elenco da melhor maneira. Além de tudo, somos muito unidos, fechados. E esse sentimento de fraternidade do plantel reflete positivamente dentro das quatro linhas. Não basta apenas ter técnica e obediência ao esquema tático. Em vontade, o adversário jamais pode ser superior a nós”, pontuou.
 
Por fim, o zagueiro mostrou-se otimista ao projetar o confronto contra o Água Santa, o segundo da representação flamenguista diante do Netuno de Diadema. O beque enalteceu a semana de treinamentos e sublinhou o sonho de terminar a última rodada do turno inaugural dentro do estágio classificatório.
 
“O Flamengo está bem encaminhado. Seguimos treinando de modo intenso, estudando o adversário e procurando corrigir os detalhes apontados pela comissão técnica durante os trabalhos. Os torcedores podem esperar um Corvo determinado a buscar os três pontos. Sei que quem entrar em meu lugar dará conta do recado. E espero retornar à titularidade com a equipe no G4”, encerrou Junior Paulista.