Esportes

Correção: Durant continua machucado e desfalca Warriors no domingo

A matéria enviada anteriormente continha um erro no primeiro parágrafo: Kevin Durant não foi MVP das duas últimas temporadas, mas das duas últimas finais da NBA. A situação é a mesma de 2015 com Andre Iguodala, que foi citado no terceiro parágrafo. Segue a versão corrigida:

Jogador Mais Valioso (MVP, na sigla em inglês) das duas últimas finais da NBA, Kevin Durant vai desfalcar o Golden State Warriors no segundo jogo da decisão, diante do Toronto Raptors, domingo, no Canadá. O astro não se recuperou de uma lesão na panturrilha direita. “Kevin não vai jogar domingo”, disse o técnico Steve Kerr, nesta sexta-feira, em entrevista coletiva.

Durant, de 30 anos, se machucou em 9 de maio, durante o quinto jogo das semifinais da Conferência Oeste, diante do Houston Rockets. Ele ficou de fora da sexta partida e depois dos quatro duelos com o Portland Trail Blazers na decisão da conferência.

Em compensação, Andre Iguodala, MVP da final de 2015, se submeteu a uma ressonância magnética na quinta-feira em sua perna esquerda e nenhuma lesão mais grave foi constatada. Com isso, o ala vai atuar pelos atuais bicampeões da principal liga de basquete dos Estados Unidos.

Iguodala sofreu uma lesão com menos de dois minutos no primeiro jogo contra os Raptors, na quinta-feira, mas mesmo assim voltou para a quadra e conseguiu anotar seis pontos, agarrar seis rebotes e dar sete assistências, após 29 minutos jogados. “Parece que está tudo bem. Conversamos e ele me disse que está se sentindo bem”, afirmou Kerr.

O Toronto Raptors venceu o primeiro duelo, em seu ginásio, por 118 a 109. Depois do jogo deste domingo, mais uma vez no Canadá, as equipes vão para Oakland, onde disputarão mais dois duelos. O quinto desafio voltará ao Canadá, o sexto, se for necessário, é na Califórnia, enquanto um possível sétimo confronto tem como local previsto, de novo, Toronto.

O Golden State Warriors, campeão três vezes nos últimos quatro anos, busca o quinto troféu em sua história. O Toronto Raptors almeja a conquista inédita.