Estadão

DAlessandro marca na despedida e Internacional vence Fortaleza no Beira-Rio

Num confronto cercado por emoção e com gol aos 44 minutos do segundo tempo, o Internacional venceu o Fortaleza por 2 a 1, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto marcou a aposentadoria do ídolo D Alessandro, que deixou sua marca neste domingo.

Aos 41 anos, o meia-atacante argentino pendurou as chuteiras com a marca de ser o segundo jogador com mais partidas (529) na história do Internacional, ficando atrás apenas de Valdomiro, ídolo do clube nos anos 60, 70 e 80, com 803 jogos.

Para a partida festiva, o Inter foi comandado pelo interino Cauan de Almeida, substituto de Cacique Medina, demitido na última semana. E esta deve ter sido sua única partida à frente do time, já que Mano Menezes está apalavrado e pode ser anunciado ao longo da semana.

Com a vitória, o Inter somou os três primeiros pontos na competição e aparece em 12º lugar. O Fortaleza, com quatro derrotas seguidas na temporada, segue sem pontuar, na penúltima posição.

Com bola rolando, o primeiro tempo começou bastante morno, mas terminou com os nervos à flor da pele. Aos 15 minutos de jogo, Landázuri recebeu na direita e cruzou para Moisés, que mesmo sem marcação, finalizou sem direção, perdendo uma chance clara de gol.

O Internacional foi assustar apenas aos 28 minutos. D Alessandro deu boa assistência para Bustos, que cruzou na entrada da área para Wesley Moraes. O atacante finalizou de primeira, a bola explodiu na marcação e saiu pela linha de fundo.

Aos 46 minutos, após cobrança de escanteio, Johnny puxou Landázuri dentro da área e o árbitro, após revisão no VAR, marcou pênalti para o Fortaleza. Com muita reclamação, Yago Pikachu cobrou aos 50 e deslocou o goleiro Daniel.

Só que o Inter não se abateu com o gol do time cearense e um minuto depois deixou tudo igual. D Alessandro, o nome da partida, passou pela marcação de dois jogadores, invadiu a área e encheu o pé. O goleiro Max ainda tocou na bola, mas não evitou a igualdade.

No segundo tempo, o Fortaleza voltou a ter pênalti a seu favor logo aos cinco minutos, quando Renê empurrou Robson dentro da área. Yago Pikachu cobrou, mas desta vez acertou a trave do goleiro Daniel, para alívio do torcedor colorado nas arquibancadas.

A partida seguiu tensa e com emoção nas arquibancadas. Aos 25, D Alessandro foi substituído e encerrou de forma definitiva sua carreira. O argentino foi abraçado por companheiros, adversários e até mesmo pelo árbitro Flávio Rodrigues de Souza.

Pressionado pela vitória, o Inter foi para cima do Fortaleza na reta final da partida e quase marcou aos 40 minutos, quando Carlos de Pena cobrou falta e a bola passou muito perto da trave.

De tanto insistir, a virada do time gaúcho saiu aos 44 minutos. Boschilia carregou bola e tocou para o jovem Alemão, que deu um toque sutil para tirar do goleiro Max, selando a vitória do Internacional.

O Inter volta a campo no sábado para enfrentar o Fluminense, às 19 horas, no Maracanã, no Rio de Janeiro. O Fortaleza enfrentará o Vitória às 19 horas de quarta-feira, em casa, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 2 x 1 FORTALEZA

INTERNACIONAL – Daniel; Bustos, Rodrigo Moledo, Mercado (Bruno Méndez) e Renê; Gabriel, Johnny (Rodrigo Dourado), Maurício (Boschilia) e D Alessandro (Caio Vidal); Carlos de Pena e Wesley Moraes (Alemão). Técnico: Cauan de Almeida (interino).

FORTALEZA – Max Walef; Landázuri, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Felipe, José Welison (Depietri), Matheus Vargas (Lucas Crispim) e Juninho Capixaba (Lucas Lima); Moisés (Renato Kayzer) e Robson (Silvio Romero). Técnico: Juan Vojvoda.

GOLS – Yago Pikachu (pênalti), aos 50, e D Alessandro, aos 51 minutos do primeiro tempo. Alemão, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Mercado, Johnny, Boschilla, D Alessandro e Alemão (Internacional); Juninho Capixaba e Silvio Romero (Fortaleza).

ÁRBITRO – Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

LOCAL – Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).