Economia

Dívida bruta da Petrobras cresce 7,8% no 3º trimestre

O material com informações condensadas publicado na noite desta sexta-feira, 12, pela Petrobras mostra que o nível de endividamento da estatal continuou a crescer no terceiro trimestre. A dívida bruta cresceu 7,8% em relação ao fechamento do segundo trimestre e encerrou setembro em R$ 331,7 bilhões. A dívida líquida, por sua vez, oscilou 8,3% no período e chegou a R$ 261,4 bilhões. A Petrobras não divulgou detalhes sobre os indicadores de alavancagem, uma vez que não publicou informações sobre o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês).

O volume de recursos em caixa da estatal ficou em R$ 70,3 bilhões no fechamento do terceiro trimestre, uma expansão de 5,9% sobre o fechamento do segundo trimestre. A companhia também informou hoje que o fluxo de caixa líquido do terceiro trimestre ficou positivo em R$ 4,249 bilhões. O número contrasta com os fluxos negativos de R$ 5,232 bilhões do terceiro trimestre de 2013 e de R$ 2,625 bilhões do segundo trimestre deste ano.