Estadão

Djokovic vai à semifinal em Roma e mantém topo do ranking; Jabeur vira com show

Novak Djokovic está nas semifinais do Masters 1000 de Roma e chegará a Roland Garros, dia 22, como o líder de ranking mundial. A garantia do topo veio após boa vitória sobre o canadense Felix Auger-Aliassime, nesta sexta-feira, por 7/5 e 7/6 (7/1). Foi seu 999º triunfo na vitoriosa carreira.

Em uma apresentação segura, de poucos erros e muitas bolas impressionantes, Djokovic dá mais um passo em busca do primeiro título na temporada. Ficou no quase ao perder na decisão em Belgrado e agora tenta se redimir na Itália.

O primeiro set do jogo com Aliassime foi equilibrado até 4 a 3, quando Djokovic quebrou o serviço e bastava confirmar seu saque para fechar. O canadense, entretanto, devolveu a quebra e empatou em 5 a 5. O sérvio voltou a mandar no placar e não desperdiçou novo breakpoint para fechar em 7/5.

O número 1 do mundo seguiu com seu jogo forte e de pressão no segundo set e abriu 4 a 2 após forçar quatro breakpoints no sexto game. Aliassime defendeu três a muito custo, mas não resistiu à pressão. Bastava a Djokovic confirmar seus serviços para fechar. Mas com 5 a 3, ele acabou quebrado. O set foi para o tie-break com Aliassime vencendo caro a derrota.

No set desempate, porém, o número 1 do mundo brilhou. Djokovic abriu 2 a 0 em linda curta após longa troca de bolas. Sacou bem e abriu 4 a 1. Em nova bola bem jogada, ampliou e ficou perto da semifinal. Comemorou cheio de marra com a torcida. Fez 6 a 1 e com cinco match points, fechou logo na primeira chance.

O adversário de Djokovic neste sábado será o norueguês Casper Ruud, que derrubou o canadense Denis Shapovalov, algoz de Rafael Nadal nas oitavas, em sets corridos. O cabeça de chave 5 fechou a partida com 7/6 (9/7) e 7/5 em batalha de 2h21.

10° TRIUNFO EM VIRADA INCRÍVEL
Ons Jabeur chegou às semifinais do WTA 1000 de Roma de maneira espetacular nesta sexta-feira. A tunisiana perdeu o primeiro set para a grega Maria Sakkari por 6 a 1 e tinha 5 a 2 contra no set seguinte com saque da rival quando iniciou arrancada incrível para virar o jogo e fazer 2 a 1 no confronto.

"Na minha cabeça, em 5 a 2, eu disse: Você não pode terminar essas duas semanas, essas incríveis quase três semanas, assim ", disse Jabeur depois da vitória. "Foi isso que me fez começar. Estou muito feliz por ter conseguido a vitória no final."

A campeã de Madri quebrou o serviço da grega três vezes seguidas, buscou o 7/5 e foi soberana no set de desempate, já com a grega completamente abatida com a virada da segunda parcial.

Jabeur quebrou o serviço de Sakkari mais duas vezes e fechou no primeiro match point. "Não é fácil jogar com Maria. Eu sei que ela bate muito forte. Não consegui encontrar meu ritmo no começo, mas estou feliz, com um pouco de experiência que tenho, consegui vencer."

Agora ela encara a russa Daria Kasatkina, que nem precisou terminar seu jogo das quartas para ganhar. Ela fez 6/4 no primeiro set e tinha 3 a 2 no segundo quando a suíça Jil Teichmann abandonou com lesão na coxa. Ela recebeu atendimento médico e jogou mais dois games, não resistindo às dores.