Cidades

Em CPI da Covid, advogada relata roubo de seu escritório em Guarulhos

Bruna Morato, advogada que representa os médicos que denunciaram a Prevent Senior afirmou à CPI da Covid, em reunião nesta terça-feira, 21/9, que teve um notebook e um Ipad “estranhamente” roubados no seu escritório em Guarulhos no mês de abril.

O crime aconteceu duas semanas após as primeiras denúncias surgirem contra o plano de saúde. Os profissionais de medicina acusaram a empresa de coagi-los a aplicar tratamento precoce sem o consentimento dos pacientes.

Os aparelhos furtados eram utilizados para gravar entrevistas com os clientes da advogada. Segundo o Boletim de Ocorrência, quatro salas foram invadidas por três pessoas que circularam livremente no prédio.

As investigações sobre os suspeitos terminaram inconclusivas.