Estadão

Em partida truncada, Vila Nova e Brasil ficam no empate sem gols pela Série B

Em uma partida com baixa qualidade, sem muitas chances de gols, Vila Nova e Brasil de Pelotas ficaram no empate por 0 a 0, no estádio OBA, em Goiânia, em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o Vila chega aos 14 pontos, ocupando momentaneamente a nona posição e o Brasil de Pelotas com apenas oito, na zona de rebaixamento. Os dois times aguardam o desfecho da rodada para confirmar as posições na tabela geral.

A partida em Goiânia começou agitada com o Brasil de Pelotas querendo aprontar fora de casa. Logo no primeiro minuto, Fabrício surpreendeu a defesa do Vila Nova e fez Georgemy realizar grande defesa.
Mas, o que deu a impressão que seria uma partida com muitas chances, não se confirmou. O Vila mantinha a posse de bola, mas pouco incomodava o gol adversário. A melhor chance dos donos da casa saiu com Alesson aos 43 minutos, mas sem sucesso.

A segunda etapa não foi diferente do primeiro tempo, sem grandes chances para os dois times. O Vila Nova conseguiu criar mais oportunidades de tirar o zero do placar, mas parou no goleiro Matheus Nogueira.

Com as alterações do técnico Cláudio Tencati, o Brasil melhorou de produção, mas na realidade, preferiu ficar na defensiva para garanti o empate fora de casa.

Os dois times voltam a campo no final de semana, pela 12ª rodada. No sábado, o Brasil de Pelotas recebe o Vitória, às 11h, no estádio Bento Freitas e o Vila Nova enfrenta o CRB, no domingo, às 20h30, no Rei Pelé, em Maceió.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA 0 X 0 BRASIL DE PELOTAS

VILA NOVA – Georgemy; Danilo Belão (Cardoso), Renato, Rafael Donato e William Formiga; Dudu, Arthur Rezende e Kelvin (Alan Grafite); Cássio Gabriel (Renan Mota), Clayton (Henan) e Alesson. Técnico: Higo Magalhães.

BRASIL DE PELOTAS – Matheus Nogueira; Arthur Henrique, Ícaro, Leandro Camilo e Kevin; Gabriel Pierini e Rômulo (Denilson); Gabriel Terra (Bruno Matias), Ramon (Júnior Viçosa) e Luiz Fernando (Welinton); Fabricio Santos (Lucas Santos). Técnico: Cláudio Tencati.

ÁRBITRO – Zandick Gondim Júnior (RN).

CARTÕES AMARELOS – Renato Silveira, William Formiga, Georgemy e Arthur Rezende (Vila Nova) Luiz Fernando, Leandro Camilo, Ícaro e Bruno Matias (Brasil de Pelotas).

LOCAL – OBA, em Goiânia (GO).