Cidades

Enquanto aguarda novo bispo, padre Bosco vai administrar Diocese de Guarulhos

Com a morte de dom Joaquim Justino Carreira, bispo diocesano de Guarulhos, enquanto aguarda a nomeação de um novo líder pelo papa Francisco, a Diocese de Guarulhos será administrada pelo padre Bosco da Silva

O padre Bosco, como é conhecido, era o vigário geral da Diocese, atuando como principal assessor dos dois últimos bispos (dom Luiz Gonzaga Bergonzini, morto em junho de 2012, e dom Joaquim). “Elevando a Deus nossa sincera ação de graças por sua vida e por seu fecundo ministério, temos o dever de continuar a nossa missão cristã”, afirmou o novo administrador em nota publicada no site da Diocese.

O administrador diocesano foi escolhido pelo Colégio dos Consultores, formado por um grupo de sacerdotes anteriormente designados pelo bispo para auxiliar na condução da diocese. Ele permancerá no cargo até que seja empossado um novo bispo.

Segundo o padre Bosco, o administrador diocesano assume algumas funções ordinariamente episcopais, mas que podem ser exercidas por um padre em circunstância especial de vacância. “Cooperam diretamente com ele todos os membros do Colégio de Consultores. Faz-se necessário, no entanto, o exercício da corresponsabilidade de todos os padres e diocesanos, cada qual segundo a vocação que recebeu do Senhor, vivendo intensamente seus dons e carismas”.

Comentar

Clique aqui para comentar