Estadão

Expectativa de inflação nos EUA para daqui 1 ano fica inalterada, diz Fed de NY

A mediana das expectativas de inflação para daqui um ano nos Estados Unidos permaneceu inalterada em 4,8% no mês julho, na comparação com junho. Mesmo assim, o indicador está no maior nível da série histórica, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo Centro de Dados Microeconômicos do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Nova York.

Segundo o relatório, a mediana das expectativas de inflação para daqui três anos aumentou de 3,6% em junho para 3,7% em julho, no maior nível desde agosto de 2013.

"A incerteza da inflação mediana – ou a incerteza expressa em relação aos resultados futuros da inflação – diminuiu ligeiramente nos horizontes de curto e médio prazo. Ambas as medidas permanecem bem acima dos níveis observados antes do surto de covid-19", diz a nota divulgada pelo Fed de NY.

As expectativas de mudança no preço médio das residências nos EUA no horizonte de um ano caíram de 6,2% para 6,0% no período. A expectativa para a alta do custo do aluguel, por sua vez, subiu de 9,7% em junho para 9,8% no mês passado. A expectativa de aumento do preço dos alimentos, por sua vez, permaneceu em 7,1% em julho e da gasolina recuou de 9,2% para 8,1%.