Início » Filme brasileiro Deserto Particular é selecionado para mostra de Veneza
Estadão

Filme brasileiro Deserto Particular é selecionado para mostra de Veneza

O filme Deserto Particular, de Aly Muritiba, foi anunciado nesta quarta-feira, 28, como participante da mostra Venice Days, do Festival de Cinema de Veneza, que começa no dia 1º de setembro.

O longa é protagonizado por Antonio Saboia que vive Daniel, um policial afastado do trabalho depois de cometer um erro. Ele mora em Curitiba, com um pai doente, de quem cuida com devoção. Taciturno, Daniel fala pouco, e sorri menos ainda. Seu único motivo de alegria é a misteriosa Sara, moça que mora no sertão da Bahia, e com quem se corresponde por aplicativo de celular. O súbito desaparecimento de Sara, porém, faz com que Daniel resolva cruzar o País em busca de seu amor.

Saboia foi o primeiro escolhido para o filme, e, conforme explica o diretor, lutou muito pelo papel. "Eu não o conhecia, mas ele havia ouvido falar do roteiro e me procurou. Depois de algumas ligações nós enfim nos encontramos e o santo bateu. Olhei pra ele e senti a energia de Daniel. Parei pra ouvi-lo e ela tinha a voz que havia imaginado que Daniel tinha", disse o cineasta, em material de divulgação do filme.

Para Muritiba, a cidade de Sobradinho, como cenário, serve como uma metáfora para os personagens. "Sempre me interessei por aquela pequena cidade erguida ao redor de uma enorme represa. Sobradinho é uma cidade rodeada de energia elétrica, mas também levantada sob o signo do represamento, do controle do fluxo das águas. Essa energia decorrente desse represamento movem meus personagens, mas também essa vontade de sair se derramando por aí." E filmar ali "foi um desafio proporcional à magnitude da represa que há na cidade. Havia toda uma energia no set que com toda certeza contagiou o filme".