Estadão

Humberto Gessinger: Seguimos adiante, apesar de tudo o que vivemos

Humberto Gessinger, também conhecido por sua atuação à frente do grupo Engenheiros do Hawaii, no qual ficou até 2008, retoma a temporada do show solo Não Vejo a Hora. Inspirada no CD homônimo, lançado em 2019, que traz 11 faixas autorais, a turnê foi interrompida pela pandemia e, agora, está de volta com show no Tom Brasil, em São Paulo.

"Essa retomada do show não é para fazer de conta que nada aconteceu, mas para afirmar que seguimos adiante apesar de tudo o que vivemos", disse Gessinger ao <b>Estadão</b>.

Além de novas canções, como Estranho Fetiche e Um Dia de Cada Vez, o músico vai relembrar sucessos de sua trajetória, que se encaminha para quatro décadas de estrada. Por isso, no repertório, estarão músicas que farão o público cantar junto, como Infinita Highway e Refrão de Bolero, dois grandes hits do rock brasileiro.

No palco, Gessinger – que, além de cantar, tocará baixo, gaita e viola caipira – estará acompanhado pelos músicos Felipe Rotta (guitarra e violão) e Rafael Bisogno (bateria e percussão). Aliás, esse formato de trio é o mesmo que ele usou para gravar o álbum Não Vejo a Hora, sonoridade que ele leva agora para a turnê. l

Sáb. (27), 22h. Tom Brasil. R. Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio. R$ 120/R$ 240.

As informações são do jornal <b>O Estado de S. Paulo.</b>