Início » IIF: ritmo desigual de vacinação em emergentes trará disparidades na recuperação

IIF: ritmo desigual de vacinação em emergentes trará disparidades na recuperação

O desigual ritmo de vacinação contra o coronavírus entre países emergentes pode provocar disparidades na recuperação econômica, alerta o Instituto Internacional de Finanças (IIF), em relatório divulgado nesta terça-feira, 2. Segundo a instituição, a economia global deve registrar forte retomada este ano, mas o processo dependerá da capacidade de cada nação de imunizar sua população.

"Significativas divergências no progresso da vacinação em emergentes já surgiram, especialmente em relação aos desenvolvidos de maior sucesso", destaca o IIF.

Para tentar traçar um comparativo, a análise lembra que, em doenças mais antigas, os emergentes demoraram cerca de uma década para alcançar o nível de imunização dos desenvolvidos.

"Taxas de imunização significativamente mais baixas em países pobres são uma lembrança de que vacinar o mundo inteiro será um enorme desafio", conclui o instituto.

Comentar

Clique aqui para comentar