Cidades

Invasores de área no Lavras prometem ocupar novamente o local em caso de nova intervenção

Invasão teve início no último final de semana em uma grande área entre as ruas Disney e Anísio Abreu

As famílias que ocuparam um terreno, próximo as ruas Disney e Anísio de Abreu, no bairro do Lavras, desde o final de semana prometem voltar caso hajam novas intervenções.

A semana foi marcada por confrontos com policiais da Guarda Civil Metropolitana, juntamente com a Defesa Civil e alguns policias militares, que estiveram no local onde cerca de 3.000 famílias realizaram a ocupação da área.

Na terça-feira houve um grande tumulto, deixando alguns ocupantes feridos. Segundo a GCM, a confusão começou quando os policias autuaram um motoqueiro e estavam realizando a revista do rapaz juntamente com o veículo. Os moradores acreditando que o homem seria preso e deram início a agitação.

Os policias usaram bombas de efeito moral e chegaram a atirar para o alto com balas de borracha. O jovem Antônio Marcos Dias da Silva, de 16 anos, foi atingido na cabeça e na perna sendo socorrido na Policlínica São João. Os ferimentos foram leves e ele permaneceu em observação durante o dia. Outro homem, de 44 anos, também teve um ferimento na cabeça, sendo atendido e liberado em seguida.

Segundo a Secretaria Municipal de Segurança Pública de Guarulhos, 250 barracas foram derrubadas na desocupação. Os moradores reclamaram que os pertences, que estavam dentro das casas, foram levados juntamente com os materiais utilizados para realizar as demarcações.

Vale ressaltar que esta não é a primeira vez que a área é invadida. De acordo com os próprios moradores, duas outras vezes, uma em 1997 e outra em 98, já tentaram ocupar a localidade sendo retirados dias depois. Esta é a principal reclamação deles que alegam não ter outra opção, uma vez em que os programas municipais não contemplaram ainda aquela região.