Estadão

Irã: negociações nucleares em Viena serão retomadas no dia 29 de novembro

O Irã retornará às negociações nucleares realizadas em Viena, na Áustria, no dia 29 de novembro, disse nesta quarta-feira o negociador-chefe do país, Ali Bagheri, o que abre caminho para as primeiras tratativas desde junho sobre a restauração do acordo nuclear de 2015. Em seu Twitter, o diplomata anunciou que a decisão foi tomada em uma chamada telefônica junto ao principal negociador da União Europeia para o tema, Enrique Mora.

Pouco depois, a União Europeia emitiu um comunicado afirmando que os "participantes continuarão as discussões sobre a perspectiva de um possível retorno dos Estados Unidos ao Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês) e como garantir a implementação plena e efetiva do acordo por todas as partes". Além do bloco e dos EUA, Reino Unido, França, China e Rússia fazem parte do JCPOA, como é chamado o acerto definido em 2015.

Na última semana, Bagheri já havia anunciado a intenção de retomar as tratativas antes do final de novembro. As esperanças dos EUA e da União Europeia de reviver o acordo nuclear diminuíram nos últimos meses, desde que o presidente iraniano Ebrahim Raisi assumiu o cargo. Teerã disse várias vezes que continuaria as negociações, mas se recusou a definir uma data.