Estadão

Janaína Paschoal ironiza Bolsonaro um dia após ele sugerir Damares ao Senado

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) ironizou o presidente Jair Bolsonaro (PL), após o mandatário declarar que a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, poderá concorrer ao Senado por São Paulo. "Com a habilidade que Bolsonaro tem para re(unir) a direita, em 23, teremos um Senado vermelho, para dar sustentação a Lula", escreveu a deputada em publicação no Twitter nesta quinta-feira, 20.

"Não está batido o martelo, não. O convite foi feito, o Tarcísio gostou desta possibilidade, conversei com a Damares, e ela ainda não se decidiu", disse Bolsonaro na quarta-feira, 19, em entrevista à Rádio Jovem Pan.

Janaína Paschoal já demonstrou interesse em concorrer ao Senado na chapa que será eventualmente encabeçada pelo ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, para o governo de São Paulo.