Estadão

Japão promete dobrar ajuda financeira à Ucrânia, a US$ 600 milhões

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, informou, nesta quinta-feira, 19, que o país deve dobrar a ajuda financeira à Ucrânia, para US$ 600 milhões, em apoio à nação devastada pela invasão militar da Rússia. Tóquio fornecerá os US$ 300 milhões adicionais por meio do Banco Mundial, com objetivo de mitigar as dificuldades financeiras ucranianas, segundo revelou o premiê. O anúncio ocorre pouco antes da visita do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ao Japão, que receberá ainda os líderes de Austrália e Índia, que formam o grupo conhecido como Quad. Fonte: Associated Press.