Estadão

Liverpool vence Atlético de Madrid e avança às oitavas; Ajax também se classifica

Restam duas rodadas para o fim da fase de grupos da Liga dos Campeões, mas o Liverpool já está nas oitavas de final. A vaga foi garantida nesta quarta-feira, quando o time comandado por Jürgen Klopp venceu o Atlético de Madrid por 2 a 0 em Anfield, em jogo válido pelo Grupo B. Diogo Jota e Mané, servidos por assistências de Alexander-Arnold, fizeram os gols ingleses minutos antes de o brasileiro Felipe ser expulso, na parte final do primeiro tempo.

Diante do cenário, o Liverpool, ainda invicto na temporada, teve uma atuação tranquila durante a segunda etapa e assegurou tanto a classificação quanto a primeira colocação da chave, atualmente com 12 pontos, sem chances de ser ultrapassado por nenhum time. O segundo colocado Porto tem cinco pontos, um a mais que o Atlético, em terceiro lugar. Já o Milan, único que não venceu um jogo sequer, aparece em último, com apenas um ponto somado em empate com o Porto, também nesta quarta.

Os minutos iniciais da partida foram de equilíbrio, com os dois times dedicados a encontrar espaços na defesa adversária. No fim das contas, a eficiência foi maior do lado inglês. Aos 12 minutos, Diogo Jota recebeu cruzamento de Alexander-Arnold dentro da pequena área e se jogou de cabeça em direção à bola para colocá-la na rede.

Pouco tempo depois, aos 20, saiu o segundo gol, marcado por Mané, após nova assistência da Alexander-Arnold, um dos destaques da partida. Sem mostrar força para reagir, o Atlético de Madrid se complicou ainda mais aos 35 minutos, quando o zagueiro brasileiro Felipe cometeu uma falta dura em Mané e foi expulso, deixando o time espanhol com apenas dez jogadores em campo.

Em vantagem numérica, o Liverpool pressionou durante o começo do segundo tempo para tentar reduzir ainda mais as chances do adversário. A rede até voltou a ser balançada por Diogo Jota, mas a análise do VAR indicou que ele estava impedido. Mais tarde, aos 11 minutos, foi a vez da arbitragem anular um gol de Suárez, do Atlético, após checagem.

Simeone apostou no atacante Matheus Cunha, colocando-o no lugar do volante Koke na segunda metade da etapa final, mas o jovem brasileiro não conseguiu vencer Alisson, assim como todos os outros jogadores colchoneros.

AJAX TAMBÉM AVANÇA – A quarta-feira também teve dois jogos do Grupo C. No Signal Iduna Park, o Borussia Dortmund teve Hummels expulso aos 29 minutos do primeiro tempo e foi derrotado por 3 a 1 para o Ajax, que seguiu o caminho do Liverpool e também se classificou para as oitavas. O time holandês chegou aos 12 pontos como líder com 100% de aproveitamento, enquanto o Sporting, que goleou o Besiktas por 4 a 0, e o Borussia estão empatados com seis pontos e se enfrentam na próxima rodada, portanto apenas um deles pode chegar ao 12º ponto.

Um dos principais responsáveis pela vitória que garantiu a vaga do Ajax foi o atacante Antony, autor das assistências para todos os gols da equipe holandesa. Servidos pelo brasileiro, Tadic, Haller e Klaassen colocaram a bola para dentro depois de o Borussia sair na frente com um gol de pênalti marcado por Reus. O artilheiro Haaland, ainda se recuperando de lesão, não jogou.

Em outro jogo do dia, pelo Grupo D, a Inter de Milão venceu o azarão Sheriff por 3 a 1, com gols marcados por Brozovic, Skriniar e Alexis Sanchez. O único gol do time da Moldávia foi marcado por Adama Traoré. O resultado foi bom para o Real Madrid, que venceu o Shakhtar Donetsk mais cedo e assumiu a liderança, com nove pontos, enquanto o Sheriff caiu para o terceiro lugar, com seis pontos, e a Inter assumiu a segunda colocação, com sete.