Início » Marie Kondo volta à Netflix organizando a vida além da casa
Estadão

Marie Kondo volta à Netflix organizando a vida além da casa

Dois anos depois da série de sucesso Ordem na Casa, Marie Kondo, a rainha da organização, volta para a Netflix com a série A Magia do Dia a Dia, que estreia nesta terça-feira, 31. Com apenas três episódios, ela mostra como a organização ajuda em outros aspectos da vida, como relacionamentos e negócios, e não somente em manter um armário bonito.

"A inspiração veio da nossa comunidade. Depois do lançamento da primeira série, muitas pessoas que usaram o método KonMari compartilharam conosco suas histórias de mudança de vida, e foi por meio dessas histórias que A Magia do Dia a Dia foi inspirada", conta Marie Kondo em documento oferecido pela Netflix. "Uma nova minissérie que se concentra na aplicação dos fundamentos do KonMari para lugares além da casa e dá uma olhada mais profunda no poder transformador que tem nas vidas das pessoas e na comunidade que as rodeia", sintetiza.

Seu método, na essência, continua o mesmo: organizar por categorias e não por área. Elas são cinco: roupas, livros, papéis, komono (que seriam cozinha, banheiro e garagem, mas aqui podem ser traduzidos como itens variados) e peças sentimentais. Em alguns casos, a categoria roupas é ignorada na nova série, que foca em empresas e instituições.

Desapego, equilíbrio e alegria são os conceitos compartilhados por Marie com as famílias do horticultor Jimmy, da empresária Joanna e da voluntária Lorri. "Cada história tem um papel único e especial dentro de suas respectivas comunidades, que é o que mais ressoou em mim. A influência positiva que eles têm sobre as pessoas e suas comunidades vizinhas é muito semelhante ao impacto profundo e pessoal que a alegria de arrumar tem nos outros", diz.

A série também mostra um pouco da vida pessoal de Marie. Seu marido e suas filhas aparecem nos episódios e provam que ali o método é praticado por todos. É possível ver também a sua casa, que tem estilo minimalista e com várias texturas – bancos de palhas e paredes de pedras – e objetos aconchegantes como almofadas e mantas. "Antes de ter filhos, eu estava focada em organizar apenas dentro de casa, mas agora vejo que isso é importante para todas as áreas da vida", diz ela em uma das cenas da série.

De acordo com Marie, as mudanças do mundo e a união entre trabalho e casa ou trabalho e comunidade a fez ter necessidade de querer compartilhar com os espectadores sua vida doméstica e profissional.

<b>Confira algumas dicas do método utilizado por Marie Kondo:</b>

<b>Energia</b>

"No modo japonês de pensar, acreditamos que todo objeto tem uma alma ou energia que flui através dele", diz ela logo nos primeiros segundos do primeiro episódio. Por isso mesmo, as duas grandes vertentes do método KonMari são gratidão e felicidade. Antes de começar qualquer arrumação, o ideal é saudar o espaço, fechando os olhos e ficando em silêncio por alguns segundos. "Isso ajudará você a se acalmar e a limpar sua mente. Além de reduzir qualquer ansiedade que você possa ter sobre o processo", ensina Marie.

A questão que a deixou conhecida pelo mundo todo ("Isso traz felicidade?") deve ser feita para cada peça dentro da casa. A partir do momento que você consegue responder sim para cada item e cada cômodo, a harmonia passa a fluir.

<b>Desapego</b>

Este é o primeiro passo: antes de organizar, descarte. Para isso, pegue tudo que foi acumulado e coloque todos os objetos da categoria em cima de uma superfície, de maneira que você possa vê-los. Vá se perguntando o que traz felicidade ou não, e caso seja negativo, agradeça seu serviço e se despeça.

"Deixe para trás os sentimentos de culpa – isso permitirá que você organize, descarte ou doe sem vergonha por ser um desperdício. Mostrar gratidão pelos objetos faz com que você aprecie o passado, quando eles trouxeram alegria para você", explica Marie.

Na série, presentes pessoais de grande valor sentimental – como flores ou desenhos antigos dos filhos – são abordados para mostrar que não é preciso guardar todos e nunca mais vê-los, mas sim guardar alguns e garantir seu lugar de importância na estante da memória. Marie Kondo diz: "Lembre-se de que o objetivo aqui não é se desfazer do maior número de coisas. O importante é apreciar cada item de valor sentimental que vocês têm e valorizar o que decidirem manter."

<b>Objetivo</b>

Ter em mente o estilo de vida que você quer para o futuro pode ajudar a manter o foco do porquê aquele lugar está sendo arrumado. Ao mesmo tempo, a organização é um momento para relembrar o passado e até se emocionar com as diferentes fases da vida, como bem visto nos episódios.

"Arrumar é um processo que permite que você tenha um diálogo consigo mesmo. Serve como um guia para adquirir a mentalidade certa para criar ordem e é uma jornada extremamente única, pois depende dos valores pessoais de cada um. O processo de arrumação ajuda as pessoas a pensarem cuidadosamente sobre o tipo de vida que desejam viver", pontua a organizadora.

<b>Local de trabalho</b>

Depois de descartar os itens desnecessários, posicione os que restaram na vertical. Dessa forma, é possível ver tudo de uma vez e achar cada objeto com mais facilidade. "Fique com itens que aumentem sua motivação", sugere Marie. As caixas e os organizadores devem ser simples e práticos. Caso tenha itens pequenos, como clips ou post-its, coloque numa caixinha dentro da caixa maior; não os deixe jogados.

Na decoração da mesa ou bancada, é importante ter itens que levantem o seu astral, como fotos de família ou algum prêmio especial. Plantas também são importantes para trazer leveza e presença de natureza no trabalho. Essas regras valem tanto para o home office, quanto para o escritório da firma.

Para o lar, é importante criar um ponto de recarga de energia para ser usado após o trabalho ou situações estressantes. De acordo com Marie Kondo, não é necessário que ele seja um cômodo inteiro, pode ser um cantinho, mas ele deve estar cheio de objetos que tragam alegria.