Economia

Ministro de Finanças russo diz que inflação de 2014 deve chegar a 11,5%

A inflação na Rússia vai exceder as expectativas prévias, mas não existe a necessidade de manter as taxas de juros em níveis altos por um período longo, declarou nesta quinta-feira o ministro de Finanças, Anton Siluanov, segundo a agência de notícias Interfax.

Numa tentativa de salvar o rublo de quedas ainda maiores e para controlar a inflação, o banco central elevou a taxa de juros em 6,5 pontos porcentuais para 17% ao ano na semana passada. A medida elevou as taxas de empréstimo overnight para 25%, de cerca de 11% no início do mês.

Siluanov disse que o governo, juntamente com o banco central, vai trabalhar para encontrar meios para reduzir as taxas de juros para empréstimos para setores e companhias mais importantes para a economia.

O ministro declarou também que a inflação de 2014 deve chegar a 11,5%, quase o dobro do teto inicial estabelecido pelo banco central, que era de 6,5%. Fonte: Dow Jones Newswires.