Economia

Movimento na Bovespa sobe para R$ 250,16 bi em outubro

O segmento Bovespa movimentou, em outubro, R$ 250,16 bilhões, o que significa aumento de 35,7% ante R$ 184,32 bilhões registrados em setembro, segundo dados oficiais da BM&FBovespa divulgados nesta quarta-feira, 5. Em relação a outubro do ano passado, o crescimento foi de 63,9%. O grande volume no mês passado decorre do ambiente de grande especulação que rondou o mercado durante o período eleitoral.

A média diária foi de R$ 10,87 bilhões no segmento Bovespa em outubro, aumento de 29,9% sobre os R$ 8,37 bilhões em setembro. Foram realizados 30.418.509 negócios, avanço de 33,6% ante 22.765.248 no mês anterior. A média diária de negócios atingiu 1.322.544, alta de 27,8% sobre os 1.034.784 em setembro.

Em outubro, as ações que registraram maior giro financeiro foram: Petrobras PN, com R$ 37,44 bilhões; Itaú Unibanco PN, com R$ 17,65 bilhões; Petrobras ON, com R$ 14,26 bilhões; Bradesco PN, com R$ 10,94 bilhões; e Banco do Brasil ON, com R$ 9,81 bilhões.

As ações com as maiores altas do Ibovespa, em outubro, foram: JBS ON (+20,77%); Kroton ON (+14,82%); Estácio ON (+12,81%); Braskem PNA (+11,91%); e Fibria ON (+11,81%). As maiores baixas foram: Oi PN (-25,29%); Eletropaulo PN (-18,37%); Santander Brasil Unit (-15,67%); Petrobras PN (-15,53%); e Petrobras ON (-15,07%).

O valor de mercado (capitalização bursátil) das 365 empresas com ações negociadas na Bm&fbovespa, ao final de outubro, atingiu R$ 2,42 trilhões. Em setembro, esse valor era de R$ 2,43 trilhões, referente a 366 companhias.

Os investidores estrangeiros lideraram a movimentação financeira no segmento Bovespa em outubro, com participação de 55,28%, ante 52,23% em setembro. Na segunda posição, ficaram os investidores institucionais, que obtiveram participação de 26,58%, ante 27,84%. As pessoas físicas movimentaram 12,18%, ante 14,38%. As instituições financeiras registraram 5,08% ante 4,44%; e as empresas, 0,85% ante 1,07% no mês anterior.

O número de contas de investidores pessoas físicas no mercado de ações foi de 557.417, em outubro, aumento de 1,6% na comparação com setembro, quando o número era de 548.620.

Ainda conforme o comunicado, em outubro, as empresas listadas na BM&FBovespa pagaram a seus acionistas R$ 4,77 bilhões. Desse montante, R$ 2,43 bilhões referem-se a dividendos; e R$ 2,02 bilhões a juros sobre capital próprio. Em setembro, os valores pagos foram de R$ 2,18 bilhões no total, dos quais R$ 1,34 bilhão em dividendos e R$ 507,87 milhões em juros sobre capital próprio.

Já o volume financeiro com empréstimos de ações atingiu R$ 65,71 bilhões em outubro, aumento de 15,9% ante os R$ 56,69 bilhões em setembro. O número de operações foi de 141.274, alta de 19,7% sobre os 118.015 no mês anterior.

Comentar

Clique aqui para comentar