Cidades

Novo leilão da Dutra prevê R$ 1,5 bilhão de investimentos na região de Guarulhos

A nova concessão da rodovia Presidente Dutra será decidida no leilão que o governo federal realiza nesta sexta-feira (29). O projeto também inclui trecho da BR-101, entre a divisa dos dois estados até Ubatuba (SP). A região de Guarulhos será uma das mais beneficiadas, com a previsão de R$ 1,5 bilhão em investimentos para reduzir gargalos e facilitar o acesso ao aeroporto internacional de São Paulo. 

Uma das principais reivindicações do prefeito de Guarulhos, Guti, já levada ao Ministério da Infraestrutura em diversas oportunidade, inclusive em reunião realizada na semana passada, é a inclusão da construção da pista marginal entre o Trevo de Bonsucesso e o posto Sakamoto já em 2022, primeiro ano do próximo contrato, como medida essencial para concluir a obra do complexo viário que já se arrasta por quase uma década.  

O leilão será conduzido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e pelo Ministério da Infraestrutura, e está marcado para começar a partir das 14h, na sede da B, em São Paulo. 

O contrato de concessão atual da Dutra, com a CCR, venceu em fevereiro e foi prorrogado por um ano para dar tempo para realização do leilão. 

O vencedor do leilão administrará a estrada por 30 anos. A concessão abrange 625,8 km de extensão, atravessando 33 municípios. O governo prevê investimentos de R$ 14,8 bilhões ao longo do tempo de contrato. 

A concessão está sendo anunciada pelo Ministério da Infraestrutura como “o maior leilão rodoviário da história” em volume de investimentos previstos. 

Do total de investimentos previstos, R$ 1,5 bilhão serão aplicados somente na região de Guarulhos (SP) para reduzir gargalos e facilitar o acesso ao aeroporto internacional de São Paulo. Outros R$ 1,2 bilhão serão desembolsados pela empresa vencedora para a implantação da nova Serra das Araras, com a construção de uma nova pista, possibilitando quatro faixas por sentido.