Cidades

Pais de alunos elogiam distribuição de ovos de chocolate na rede municipal

“Depois dessa tristeza durante a pandemia, foi um momento muito bom. Ele saiu super alegre”. A declaração é de Rita de Cássia Santuria, mãe do Luan, de 8 anos, estudante da EPG Eugênio Celeste, no Jardim Munhoz, região da Ponte Grande. O garoto foi uma das mais de 119 mil crianças da rede municipal de ensino a receber o ovo de chocolate distribuído pela Prefeitura na última semana.

A ação contemplou também os alunos com restrições alimentares, já que ovos de alfarroba, diet e chocolate para crianças com alergia a oleaginosas também foram distribuídos. O GuarulhosWeb esteve nesta segunda-feira, 18/4, em duas escolas municipais para ouvir os pais a respeito da medida, que foi aprovada pelos responsáveis.

“Eu sou nova em Guarulhos e não esperava a ação. Ele está adorando, nem sabia que ia ganhar ovo. Meu filho está adorando tudo na escola”, conta Elisangela Maria Geralda de Oliveira, mãe do Arthur, de 5 anos, aluno da EPG Crispiniano Soares, no Bom Clima.
A Prefeitura pagou R$ 22,40 em cada ovo de chocolate de 180 gramas. O pregão eletrônico garantiu um desconto de 8,76% em relação ao processo de licitação aberto no início deste ano.

Relato dos pais – EPG Eugênio Celeste

“Foi muito gratificante, ainda mais sabendo que está muito caro e muitos pais não têm condição de comprar. Para eles foi uma surpresa, estar com os amiguinhos do cotidiano e receber os ovos. Eles adoraram, abriram e comeram tudo de uma vez” – Janaína Domingos, mãe do Gabriel, de 3 e do Felipe, de 8 anos.

“Minha filha ficou muito feliz e, pela situação que estamos vivendo, foi uma ação muito boa. O que importa é o espírito da Páscoa e, além disso, chocolate estava muito bom”, Mordônio Rego, pai da Sara, de 7 anos.

“Nós gostamos, e ele também adorou. Foi muito gratificante para nós pais também. Estava bem gostoso” – Dênis Marcelo, pai do Matheus, de 7 anos.

Crispiniano Soares

“Foi muito bom. Antigamente a gente comprava a caixa de bombom pra eles receberem de volta. Ele ficou muito feliz” – Bianca colonato, mãe do Kelvin, de 8 anos.

“Foi muito interessante, porque é época de Páscoa, e ela espera um ovo. É a primeira vez que ela recebe e eu achei muito bom, excelente para as crianças” – Alessandra Santos, mãe da Julia, de 8 anos, que foi receber nesta segunda-feira, 18/4, porque estava afastada com atestado médico na quinta-feira, 14.

“Eu gostei bastante. Foi o primeiro ano da minha filha na escola e ela ficou super feliz. Teve coelhinho, pegadinha no chão. Eles brincaram e deram o ovo. Foi um motivo a mais para ela querer vir para a escola. Ela já abriu e o ovo até acabou” – Thaís Ferreira dos Santos, mãe da Manuela, de 4 anos.