Cidades

Patrulheiros mirins aprendem lições de cidadania

Projeto tem a participação de jovens de 9 a 17 anos, e tem reuniões em escolas da cidade

Uma equipe especial de patrulheiros será formada em Guarulhos, na manhã do próximo domingo: trata-se da Patrulha Mirim, projeto cívico, cujo objetivo é ensinar noções de cidadania a meninos e meninas de 9 a 17 anos.

Com o nome de Juventude Cívica, a iniciativa, mantida pelo Centro Educacional de Cursos Livres Juventude Cívica do Estado de São Paulo, entidade ligada a Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz da ONU, foi ministrada nas salas de aula da escola Frederico de Barros Brotero, local onde será feita a formatura.

"Estou desde setembro de 2010 e acredito que melhorei muito meu comportamento, tanto na escola, como na relação com a minha família", diz o estudante Victor Mascarenhas, de 13 anos.

O Patrulha Mirim se propõe a complementar a formação que cada criança ou adolescente recebe de sua família e contribuir para que elas assumam o seu próprio desenvolvimento, especialmente do caráter, ajudando-os a realizar aspotencialidades físicas, intelectuais, sociais e afetivas como cidadãos responsáveis, participantes e úteis nas comunidades.

Para o comandante da Patrulha Mirim, Donizete Francisco Amaral, o trabalho é diferenciado por não ter cunho político. "Nosso foco é tirar e não deixar as crianças e jovens nas ruas e se envolverem com drogas e outros malefícios. Nós queremos oferecer um caminho a essa garotada", diz ele.